Empresa paraibana de TI desenvolve plataforma inédita para Saúde - WSCOM

menu

Economia & Negócios

29/08/2018


Empresa paraibana de TI desenvolve plataforma inédita para Saúde

Foto: autor desconhecido.

A empresa paraibana CBA Tecnologia, integradora especializada na plataforma e-SUS AB do Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde, desenvolveu uma plataforma de gestão que se conecta ao Banco de Dados do e-SUS Prontuário Eletrônico do Cidadão-PEC e consegue, em tempo real, apresentar ao gestor da saúde do município a produtividade dos profissionais da Atenção Básica que atuam nas suas UBS – Unidades Básicas de Saúde.

Com esta ferramenta o Coordenador/Gestor da Atenção Básica consegue visualizar a produção de Médicos, Enfermeiros, Dentistas, Técnicos de Enfermagem e demais profissionais que atuam nas Unidades Básicas de Saúde no momento exato do atendimento com a possibilidade de geração de relatórios por período que fornecem o resultado dos indicadores de saúde pactuados pelo município com o Ministério da Saúde.

Dessa forma, é possível monitorar a execução das ações e serviços de saúde em conformidade com o que foi planejado entre as equipes de saúde da família e a gestão municipal, visando a qualificação da atenção através do cumprimento das metas  estabelecidas pelo próprio Ministério da Saúde.

Essa integração é inédita no país e já desperta interesse dos municípios que utilizam ou pretendem utilizar o Prontuário Eletrônico do Cidadão na sua forma mais avançada, que é a disponibilizada pela CBA Tecnologia. Ressalte-se que a implantação do Prontuário Eletrônico do Cidadão tem caráter obrigatório por exigência do próprio Ministério da Saúde desde 2017.

“Esta expertise fez com que a CBA TECNOLOGIA fosse convidada pelo
Ministério da Saúde a se credenciar como Integradora Oficial do PIUBS – Programa de Informatização de Unidades Básicas de Saúde, em nível nacional”, explica Adriano Gonper, CEO da Empresa. Segundo Gonper, a meta é que a CBA feche o ano de 2018  com 500 Unidades Básicas de Saúde atendidas e com previsão de chegar a 2.000 UBS  em 2019, já que a capacidade de processamento no seu Datacenter atualmente é para 5.000 UBS.