Ângela Bezerra revela em homenagem série de agressões de intelectuais que enfrentou na vida - WSCOM

menu

Paraíba

09/08/2018


Ângela Bezerra revela em homenagem série de agressões de intelectuais que enfrentou na vida

Foto: autor desconhecido.

A escritora e professora Ângela Bezerra de Castro revelou na reunião do movimento “Sol das Letras”, na Academia Paraibana de Letras, durante homenagem à sua pessoa, uma série de agressões sofridas por intelectuais paraibanos famosos, como Virginius da Gama e Melo, Milton Paiva e Welligton Aguiar ao longo dos anos.

– Não posso deixar de fazer o registro de forma enfática para impedir que outras mulheres sejam agredidas, como ainda hoje acontece, por isso quero agradecer a homenagem de agora sem esquecer as agressões que sofri – afirmou em depoimento.

Ela citou nominalmente o escritor Virginius da Gama e Melo, “que chegava bêbado em sala de aula” bem como Milton Paiva, ambos “com perseguição a mim, em situação, que fiz questão de registrar na Comissão da Verdade”.

A escritora lembrou ainda de episódio acontecido no auditorio da Academia de Letras quando o escritor e historiador Wellington Aguiar “se fez presente numa aula a estudantes sobre Augusto dos Anjos me agredindo verbalmente de forma absurda e inaceitável”.