Blog do WS: Saldo do debate entre candidatos de Cabedelo não muda tendência pró-Vitor Hugo - WSCOM

menu

Política

12/03/2019


Blog do WS: Saldo do debate entre candidatos de Cabedelo não muda tendência pró-Vitor Hugo

O novo texto do Blog de Walter Santos avaliou que, o conjunto do desempenho dos candidatos a prefeito de Cabedelo, no debate da TV MASTER, não mexeu na tendência em favor do atual prefeito interino, Vitor Hugo (PRB).

Segue o texto assinado por Walter Santos, na íntegra:

Eleições em Cabedelo: último debate credencia possibilidade de reeleição de Vitor Hugo

A reta final das eleições em Cabedelo, terceira major receita do Estado, trouxe à baila na TV Master, um debate com três dos quatros candidatos – Marcos Patrício, José Eudes e Vitor Hugo – expondo ao final dos confrontos o cenário de que os opositores ao atual prefeito não souberam mostrar que estão mais preparados.

Antes de qualquer conceito, um detalhe: a candidata Eneide Regis não compareceu ao debate.

Marcos Patrício, opositor de histórico consistente, até quis apontar o prefeito como aliado de Leto Viana, ainda o acusando de portar envelope da Operação “Xeque Mate”, mas sem ter efeito maior do que o saldo e exposição de Vitor Hugo, seguro e impositivo nos dados apresentados em 10 meses de administração.

O candidato José Eudes também questionou a saúde e transparência na edilidade, entretanto, todo o contexto de embate em nada ensejou afetar a performance do candidato de situação.

Na síntese, nenhum dos dois opositores soube explicar e pontuar para a sociedade cabedelense que têm melhores projetos e propostas para pobres, classe média e ricos da cidade em contraponto ao atual prefeito.

Este conjunto de dados inaltera a projeção de favoritismo do candidato situacionista.

CIDADE SEM SORTE

Há anos Cabedelo convive a sucessão de gestões incompetentes e desonestas, incapazes de transformar a bela e pequena cidade numa potência muito maior do que seu Porto.

Terceira cidade em arrecadação, eis que ao longo do tempo a cultura de esquemas políticos assistencialistas impediram avanços estruturais e conceituais. Dr. Júnior, médico e político, implodiu o sonho de inovações ao reproduzir velhos vícios.

O fato é que, em dez meses, o prefeito Vitor Hugo deu sinais de austeridade e de ações concretas daí estar chegando ao dia da eleição como favorito.

Em síntese, só um hecatombe imprevisto mudaria o rumo eleitoral.

UMAS & OUTRAS

…São muitas conversas cabeludas nos bastidores a envolver importantes figuras políticas do Estado e João Pessoa.

…Tem também muita fake news embalada pelo desejo contrário.

…Anotem: o papel exercido pelo presidente da Assembleia Legislativa extrapola o campo partidário.