Julian desmente matéria que cita sua reprovação a Bolsonaro depois da exoneração de Bebianno e dispara: "factoide mal intencionado" - WSCOM

menu

Política

23/02/2019


Julian desmente matéria que cita sua reprovação a Bolsonaro depois da exoneração de Bebianno e dispara: “factoide mal intencionado”

Revista Veja citou que Julian vinha questionando entre amigos a exoneração do ex-ministro Gustavo Bebianno.

Na imagem, o presidente da República Jair Bolsonaro ao lado do deputado federal Julian Lemos

Por Edney Oliveira/Portal WSCOM

 

O deputado federal paraibano, Julian Lemos (PSL), em entrevista exclusiva ao Portal WSCOM, neste sábado (23), tratou de desmentir, no que chamou de “factoide mal intencionado”, a veiculação de uma matéria na qual ele é citado afirmando, entre amigos, que contestava a decisão do presidente, Jair Bolsonaro (PSL), na exoneração do ex-ministro da Secretaria-Geral, Gustavo Bebianno.

 

 

Julian, que é vice-presidente do PSL, disse que esse tipo de informação é “plantada propositalmente para desconstruir a sua ótima relação com Bolsonaro”, baseada em situações ou pessoas que não existem, afirmando ainda que respeita totalmente a decisão do presidente.

 

O deputado federal fez questão de lembrar ainda que as todas as “decisões presidenciais não cabem a ele, porque isso se trata de foru íntimo do presidente”. Por fim, Julian citou que a sua preocupação como parlamentar não é comentar esse tipo de fato, mas sim de lutar por projetos e emendas na sua função para os paraibanos. 

 

Entenda

O jornalista Evandro Éboli, da Revista Veja, disse em sua coluna, que o deputado federal paraibano teria saído em defesa do ex-ministro Gustavo Bebianno. O ex-ministro foi exonerado, após ser chamado de mentiroso pelo filho de Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro.

 

De acordo com o texto, “em conversas com amigos”, Julian teria classificado o ocorrido com Bebianno como uma “tremenda injustiça”, o que foi desmentido veementemente pelo parlamentar.