TJ terá no futuro quatro novas desembargadorias, admite novo presidente - WSCOM

menu

Paraíba

06/06/2006


TJ terá no futuro quatro

O novo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Júlio Paulo Neto, explicou em entrevista ao portal WSCOM Online que, nos próximos anos, poderão ser criadas na Côrte quatro novas vagas para desembargador. Ele também mencionou atenção especial para o povo nas ações da Justiça e elogiou a dedicação dos profissionais da magistratura.

“Existe essa proposta em estudo, mas essa ampliação não deve acontecer antes de 2008. É coisa a se pensar para o futuro”, disse.

Júlio Paulo Neto também destacou o trabalho da magistratura, defendendo a descentralização dos gabinetes e a necessidade de a Justiça ser levada de forma mais direta à população.“O cidadão que tenha seu direito lesionado ou algum problema com a justiça, não se acanhe em ir ao Tribunal de Justiça, ou a um fórum, ou a um juizado no interior, porque isso é recomendação que faço para o magistrado, se possível, fechar o seu gabinete e ir ao povo, que tem que se sentir bem e não sentir vergonha de estar atrás do seu direito”, definiu.

Ele aproveitou para elogiar, também, o desempenho dos novos profissionais do Direito, alegando que a concorrência alta nos concursos eleva o nível dos aprovados. “Essa turma nova que está no mercado pode pegar um processo e ir no STJ ou no Supremo fazer uma sustentação oral, têm capacidade pra isso”, completou.

Custas Judiciais – Após o acordo entre o TJ e a OAB, o projeto de redução das custas foi encaminhado à Assembléia Legislativa e, depois de apreciado e aprovado, será encaminhado à sanção pelo governador Cássio Cunha Lima. “Acredito que estar determinado para ela entrar em funcionamento no dia 1º de Setembro de 2006”, previu.

Veja a entrevista na íntegra do desembargador, clicando aqui.