Tiroteio gera pânico na noite de Copacabana - WSCOM

menu

Policial

07/08/2005


Tiroteio gera pânico na noite

Tiros, tumulto e susto na noite de ontem em Copacabana. Um rapaz não identificado e aparentemente alcoolizado efetuou disparos nas proximidades da boate Mariuzin. De acordo com uma testemunha que estava no Bar 420, na esquina da Rua Inhangá com a Avenida Nossa Senhora de Copacabana, a ação assustou as pessoas que estavam na fila da danceteria, gerando pânico.

Edson Salvador de Souza, 30 anos, e o policial civil Guilherme Prates, 42, foram atingidos na perna e levados por bombeiros do 17ºGBM (Copacabana) pra o Hospital Miguel Couto, na Gávea, por volta das 23h50. O policial foi atingido na veia femural da perna esquerda e sofreu uma cirurgia de emergência. De acordo com o hospital, o estado de saúde do policial ainda é grave.

Notícias relacionadas