Tiroteio deixa ao menos dois mortos em escola na Califórnia - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

10/04/2017


Tiroteio deixa mortos em escola dos EUA

CALIFÓRNIA

Foto: autor desconhecido.

Ao menos duas pessoas adultas morreram e outras duas se feriram após um tiroteio nesta segunda-feira em uma escola primária de San Bernardino, na Califórnia, informou a polícia local. O responsável pelos disparos teria se matado após os disparos, que são investigados como uma "disputa doméstica".

O agente de segurança Santiago Cueva, de 27 anos, impediu que o terrorista avançasse com o caminhão pela rua no centro de EstocolmoImigrante jogou van contra caminhão usado no atentado em Estocolmo

Policiais prenderam um suspeito de ter realizado três tiroteiros em MichiganHomem é preso acusado de matar seis pessoas em tiroteios em Michigan
O caso aconteceu dentro de uma sala de aula na escola fundamental de Northpark, por volta das 10h30m (hora local).

Em sua conta no Twitter, o chefe da polícia de San Bernardino, Jarrod Burguan, explicou que o incidente seria um assassinato seguido de suicídio.

"Dois adultos morreram na sala de aula, e um deles provavelmente o agressor. Acreditamos que o suspeito está abatido e não representa mais ameaça", afirmou o chefe da polícia Jarrod Burguan no Twitter, acrescentando que outras duas pessoas, provavelmente estudantes, ficaram feridos e foram levados para o hospital.

Originalmente, foi anunciado que dois estudantes foram hospitalizados e que havia quatro pessoas feridas na cena do crime. Entre os feridos, estava um professor.

Em 2 de dezembro de 2015, um atentado no Inland Regional Center, a 15 quilômetros do episódio desta segunda-feira, matou 14 pessoas e feriu outras 21. Os autores eram um casal de origem paquistanesa que se radicalizou através do Estado Islâmico. Ambos foram mortos pela polícia.

San Bernardino vem vivendo uma onda de violência, relatou o "Los Angeles Times". EM 2016, houve 62 homicídios na cidade californiana — 41% a mais que no ano anterior. Foi o ano mais mortal na cidade desde 1995.

  

Notícias relacionadas