Terminam as rebeliões nas 3 penitenciárias do Espírito Santo - WSCOM

menu

Policial

19/06/2006


Terminam as rebeliões nas 3

As três rebeliões que estavam em curso em presídios no Espírito Santo foram controladas depois que policiais da Força Nacional de Segurança chegaram ao Estado. Na Casa de Passagem de Vila Velha, o motim durou mais de 90 horas.

Na Penitenciária de Segurança Máxima de Viana, a rebelião começou na manhã de sábado. No mesmo dia, à tarde, teve início o levante na Penitenciária Regional de Linhares, a cerca de 140 quilômetros da capital. Somadas, as três rebeliões tinham feito aproximadamente 150 reféns, todos liberados.

Em Viana, dois presos foram assassinados ontem e um deles foi decapitado. Os rebelados penduraram os corpos em uma grade do presídio e ameaçavam matar outros detentos. Os presos tinham granadas e ameaçavam usá-las se a polícia invadisse o complexo.

Em Linhares, onde um presidiário também foi morto e 50 mulheres de presos foram feitas reféns, a rebelião só foi controlada depois que o Batalhão de Missões Especiais da PM invadiu a unidade. Um helicóptero foi usado no apoio à operação.

Já em Vila Velha, onde também houve um preso morto, quatro reféns foram liberados ontem. Amanhã, o Batalhão de Missões Especiais realizará uma revista no presídio, sob a supervisão de representantes de entidades de defesa de Direitos Humanos.

Notícias relacionadas