Tentativas de negociação fracassam e presos continuam rebelados no ES - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

16/06/2006


Tentativas de negociação fracassam e

Após duas tentativas fracassadas de negociação com a polícia e com a Secretaria de Estado de Justiça do Espírito Santo (Sejus) ocorridas nesta sexta-feira, os detentos da Casa de Passagem de Vila Velha, na região metropolitana de Vitória, continuam rebelados e ainda mantêm seis pessoas como reféns.

De acordo a assessoria de comunicação da Sejus, os presos insistem na tranferência para o sistema penitenciário do Estado de cinco traficantes que estão sob custódia da Polícia Federal. Além disso, os rebelados continuam a reivindicar também por melhorias na alimentação e no atendimento médico.

Embora tenham liberado uma refém na noite de quinta-feira, o clima de tensão no presídio permanece. Seis pessoas continuam em poder dos criminosos. Um dos reféns, um agente penitenciário, foi agredido pelos rebelados. Um detento ficou pendurado por uma corda, por cerca de dez minutos. Em seguida, ele foi retirado e retornou ao pátio de banho de sol.

Ainda segundo a Sejus, a negociação com os presos está mais complicada pois não há uma liderança do movimento.

O motim começou na última quarta-feira e deixou um detento morto, asfixiado pela fumaça de colchões queimados. Depois de mais de 24h em poder dos presos, uma refém de 68 anos foi liberada por volta das 19h da quinta-feira em troca de água.

Dois ônibus foram incendiados por bandidos em Vitória desde que foi iniciado o motim. Não houve vítimas. O governo suspeita de ligação entre os atentados e a rebelião.

Na quinta-feira, sete representantes de órgãos do governo e de movimentos dos direitos humanos estiveram reunidos com um grupo de presos, que apresentaram uma lista de 15 solicitações. Entre as exigências estão ainda a transferência de detentos para suas comarcas e o cumprimento da progressão de regime, direito que estaria sendo prejudicado por causa da morosidade das Varas de Execuções Penais do Estado.

Notícias relacionadas