Suspeito etíope diz que apanhou da polícia londrina - WSCOM

menu

Economia & Negócios

04/08/2005


Suspeito etíope diz que apanhou

O refugiado etíope Girma Belay, 52, detido por seis dias em meio às investigações sobre os atentados de Londres, garante que foi espancado e humilhado pelos policiais britânicos, em uma entrevista divulgada nesta quinta-feira pelo jornal “The Guardian”.

Belay, cristão, residente em Londres há 12 anos, foi detido em 22 de julho, um dia depois de uma série de atentados frustrados na capital.

Ele conta que estava no apartamento de um amigo em Stockwell, bairro onde a polícia fez um bom número de detenções, quando policiais invadiram o local. O etíope teve, então, de se deitar no chão e tirar toda a roupa.

“Estava completamente nu e um homem que estava sem uniforme começou a me bater”, contou Girma Belay. No final, continuou, “alguém interveio e os golpes pararam”.

O etíope foi levado para a delegacia de Paddington Green e interrogado por seis dias antes de sair em liberdade. “Sinto muito, meu irmão. Lugar errado e hora errada”, disse-lhe um dos policiais.

Girma Belay quer que a polícia lhe peça desculpas oficialmente.

Notícias relacionadas