Suassuna anuncia 20 mi para universidades e antecipa que aposta em aliança com P - WSCOM

menu

Política

11/10/2005


Suassuna anuncia 20 mi para

O senador Ney Suassuna disse no programa Abra o Jogo que acredita na composição de aliança entre PT e PMDB nas eleições 2006 na Paraíba. ‘Por que aqui seria diferente do restante do País?’, questiona Suassuna, que disse manter a expectativa da aliança para o segundo turno, reproduzindo no Estado a tendência nacional dos peemedebistas de apoiarem a campanha a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

‘Até por uma questão de inteligência, nós devemos reproduzir isso aqui’, acredita Suassuna.

Até lá, o senador se concentra na própria campanha a reeleição, ampliando o leque de alianças. Ele já contabiliza apoio de 170 dos 223 prefeitos paraibanos em sua campanha de retorno ao Senado Federal. ‘E vamos ampliar’, aposta.

Suassuna revelou que tem percorrido os municípios paraibanos para costurar novas adesões. Uma ação que conta, sempre, com a presença do senador José Maranhão.

‘Onde eu vou, ele vai; onde ele vai, eu vou’, disse Ney Suassuna, reafirmando bons entendimentos com o ex-governador. ‘Minha relação com Zé Maranhão é ótima’, garantiu.

Governo Cássio – Durante a entrevista, o senador fez questão de frisar que, em Brasília, é paraibano e está à disposição do governador Cássio Cunha Lima.

‘Eu não estou pra atrapalhar: em Brasília eu sou paraibano, não tenho divisão política’, confirmou o senador, que avaliou: ‘O governo (Cássio) não está nenhuma maravilha, até porque nenhum governo está uma maravilha – todos estão quebrados’.

Academia – O senador revelou no Abra o Jogo ações desenvolvidas próximas as universidades. Uma aposta que, segundo ele, abre caminho para desenvolvimento permanente no Estado.

‘A alavanca é a universidade’, defende o senador, que tem capitaneado gestões para conseguir recursos. Pelo menos 3,4 milhões já foram viabilizados para incrementar estruturas na Universidade Federal da Paraíba, Federal de Campina Grande e Regional, também em Campina.

O senador anunciou que dia 26 reitores das três instituições estarão reunidos em Brasília com representantes da Petrobrás, Chesf e Ministério das Minas e Energia para bater o martelo sobre a instalação do Instituto de Desenvolvimento de Eletricidade na Paraíba. O projeto, de R$ 20 milhões, será o primeiro do gênero instalado na América Latina. ‘Similar só existe nos Estados Unidos e Europa’, informou.

O senador disse ainda que suas gestões junto as universidades e demais ações desencadeadas para a Paraíba são alvos de prestações de contas diárias. ‘Digo o que fiz no dia anterior a pelo menos 60 rádios’, garantiu Suassuna, que emendou: ‘O que é um senador? Sou um empregado do povo e por isso tenho que prestar contas’.

Notícias relacionadas