Stalimir Vieira lança livro nesta sexta contando bastidores da campanha estadual - WSCOM

menu

Política

23/03/2006


Stalimir Vieira lança livro nesta

O marketeiro político Stalimir Vieira, em entrevista ao programa Abra o Jogo, anunciou o lançamento, para esta sexta-feira, do livro “O Moído de 2002”, que retrata os bastidores da campanha eleitoral de 2002 na Paraíba, envolvendo a disputa acirrada entre os maranhistas, que lançaram o ex-governador Roberto Paulino como candidato do PMDB, e os ronaldistas, que lançaram o então prefeito de Campina Grande, Cássio Cunha Lima, que foi eleito no segundo turno.

“O marketing político é um assunto presente, discutido nos nossos dias, contestado por um, defendido por outros, então eu apresentei no meu livro o que era um caso de marketing político na prática, que serve para qualquer pessoa, de qualquer lugar do mundo, que queira botar seu talento a este serviço”, disse. O livro será lançado nesta sexta-feira, às 18h30, no Espaço Cultural.

Os personagens do livro são políticos contemporâneos, a maioria deles com bastante popularidade na Paraíba. Nomes como José Maranhão, Ney Suassuna, Roberto Paulino, Cássio Cunha Lima, Ronaldo Cunha Lima, Efraim Morais e Wilson Braga, entre outros. “Eu não sou da Paraíba, e estava num outro ambiente quando escrevi o livro, o que me deixou numa posição mais confortável. Os personagens são ainda muito presentes, alguns dos quais disputando as eleições de 2006”, disse.

A reação das personalidades descritas no livro, segundo Stalimir, ainda é imprevisível, visto que poucas pessoas tiveram acesso à obra. “É um tratamento respeitoso, digno, com uma parcialidade de alguém que estava em um lado do contexto, mas que passa a impressão que eu tinha dos nossos adversários e as estratégias que tínhamos em registrar um quadro, na ocasião, muito difícil para nós”, disse.

Stalimir disse ainda que a experiência dele foi enriquecedora para o marketing político. “Embora eu tenha alguma experiência com campanhas políticas, foi a primeira vez que me senti estimulado a escrever sobre o assunto”, disse.

Notícias relacionadas