Sousa vence o Treze e CSP derrota equipe do Nacional de Patos - WSCOM

menu

Esporte

25/02/2018


Sousa vence o Treze e CSP derrota equipe do Nacional de Patos

Foto: autor desconhecido.

Sousa e Treze fizeram uma partida emocionante neste domingo (25) pela 9ª rodada do Campeonato Paraibano. O jogo, que terminou em 2×1 para o Dinossauro, começou com o Galo ganhando. Em Patos, a surpresa ficou por conta do CSP, que venceu por 2×0 mesmo jogando na casa do Nacional. Com essa vitória sobre o Treze e a derrota do Nacional de Patos para o CSP, o Sousa vai entrando no G-3 do Grupo A e depende só de si mesmo para se classificar para o mata-mata.

O Sousa começou sentindo a pressão da postura ofensiva do Treze. Mesmo assim, o time foi para cima do adversário. Logo nos primeiros minutos, Nilson Júnior aproveitou o cruzamento da direita e, de cabeça, mandou para o gol. Mas ele errou o alvo e a bola foi pela linha de fundo.

O Galo chegou perto com Tozin. Ele recebeu de Marcelinho Paraíba, mas, desquilibrado, errou a finalização e perdeu boa chance de abrir o placar.

O Sousa voltou a ter excelente aos 22 minutos, com uma falta para cobrar bem próximo à meia-lua da área do Treze. Gustavo Henrique cobrou direto para o gol, mas a bola esbarra na defesa do Treze, que saiu jogando e, no contra-ataque fez o primeiro gol da partida.

Fábio Neves teve espaço e cruzou para Vitinho, o camisa 7, cabecear e mandar para as redes.

O Sousa tentou reagir com Esquerdinha cobrando mais uma falta na área do Treze, porém, dessa vez Ítalo apareceu para afastou o perigo.

Mesmo perdendo, o Sousa desperdiçou um pênalti e a chance de empatar. Foi aos 38 minutos quando Rayro usou a mão para evitar o gol do Dinossauro e o árbitro marcou a penalidade máxima. A infração rendeu um cartão amarelo para o jogador trezeano.

Ficou com Esquerdinha a responsabilidade de bater o pênalti, mas o goleiro do Treze foi buscar a cobrança e evitou o empate do Sousa.

O empate do Dinossauro só veio no finalzinho do primeiro tempo, aos 42 minutos quando Gianotti arriscou de fora da área. A bola ainda quicou no gramado, atrapalhou o goleiro Copetti, e entrou no fundo da rede.

No segundo tempo da partida, o Treze já começou assustando. Marcelinho Paraíba cobrou falta direto e forçou o goleiro do Sousa a fazer excelente defesa.

Mas o Sousa foi ganhando espaço e começando uma pressão. O Dinossauro rondou a área do Galo em busca do gol da virada, que só veio aos 32 minutos. Gianotti de novo. Ele recebeu o lançamento, dominou a bola e acertou mais um bonito chute, de perna esquerda, fora do alcance do goleiro Copetti, que se esticou todo, mas viu a bola morrer no fundo da rede.

O Treze ainda tentou pressionar, mas não teve jeito. Placar final, Sousa 2×1 contra o Galo.

Nacional x CSP

A surpresa da rodada ficou por conta do CSP, que jogou fora de casa, mas conseguiu a vitória em 2×0 contra o Nacional de Patos. O Nacional até começou jogando bem. Silva bateu cobrança rasteira e a bola bateu na barreira. A bola ficou na área, Guídeo isolou e bateu no jogador do Nacional indo para o tiro de meta.

A partida foi se mantendo equilibrada. Guára recebeu lançamento, mas a bola correu demais e ficou nas mãos de Pantera. O Nacional saiu para o contra-ataque mas a bola foi interceptada no meio-campo.

Mas os gols só vieram mesmo no segundo tempo do jogo. Logo aos dez minutos a defesa do Nacional parou, o CSP foi no contra-ataque com bola lançada para Carioca, que entrou na área e bateu forte abrindo o placar no José Cavalcanti.

Já o 2º gol só veio nos acréscimos do jogo, mais precisamente aos 48 minutos. O atacante Carioca recebeu o passe, limpou o lateral Toninho e chutou no canto esquerdo de Pantera. O CSP ampliou o placar e sagrou a vitória dentro do José Cavalcanti.

A partida ainda foi até os 51 minutos, mas terminou no 2×0.

Notícias relacionadas