Sinopse da imprensa: PFL culpa Palocci por quebra de sigilo - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

22/03/2006


Sinopse da imprensa: PFL culpa

O PFL requereu ontem à Procuradoria-Geral da República que investigue a violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo Costa. Por meio de seu presidente, senador Jorge Bornhausen (SC), o partido responsabilizou o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, e o presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Jorge Mattoso, Costa acusou Palocci de freqüentar mansão de Brasília onde assessores seus faziam partilha de dinheiro. As informações são do jornal ‘O Estado de S.Paulo’.

Na quinta-feira, surgiu acusação ao caseiro de estar sendo pago para revelar a presença do ministro no imóvel; em seguida, depósitos em sua conta na CEF foram revelados anonimamente.

O presidente interino do PSDB, Alberto Goldman (SP), também recorreu à Procuradoria, mas pediu apenas que sejam investigados policiais federais e funcionários da Caixa e do Ministério da Fazenda.

O presidente Lula quer “punição exemplar” para quem quebrou o sigilo do caseiro, com demissão do responsável. No Palácio do Planalto, o gesto de quem agiu na tentativa de defender o ministro da Fazenda foi considerado um “tiro no pé”.

A Polícia Federal abriu à CEF a violação do sigilo e acredita que a direção da instituição já sabe o nome do responsável pelo crime, que teria nível de gerência.

Notícias relacionadas