Sindicato vai à Justiça para barrar projeto que visa privatizar serviços da PMCG e Cagepa - WSCOM

menu

Política

15/02/2019


Sindicato vai à Justiça para barrar projeto que visa privatizar serviços da PMCG e Cagepa

Foto: autor desconhecido.

 O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba (Stiupb) revelou, nesta sexta-feira (15) que irá se reunir com sua assessoria jurídica e com vereadores aliados, para tentar evitar privatizações nos serviços de saúde, educação, construção, edificações, construções e até mesmo o trabalho que é feito pela Cagepa, na distribuição de água, saneamento e esgoto. A reunião ocorre após aprovação de projeto na Câmara de Vereadores de Campina Grande que permitiria as privatizações. 

 “A nossa denúncia não é apenas direcionada à Cagepa, mas à Prefeitura como um todo. A Câmara, leia-se vereadores governistas, passou um cheque em branco para que a iniciativa privada administre a Prefeitura em tudo. Tudo mesmo. Iremos à Justiça para derrubar esse Projeto”, disse o presidente do sindicato, Wilton Maia.  

 Para ele, a Prefeitura Municipal não pode assumir os destinos da Cagepa através de um Projeto de duas folhas e achar que é dona da cidade: “Campina Grande nem possui reservatório de água, pois fica na cidade de Boqueirão e nem tão pouco Estação de Tratamento, que está localizada em Gravatá, Queimadas. Iremos à luta e mostrar que a Companhia sendo privatizada a cidade vai perder, a exemplo do que aconteceu com a Celb, maior patrimônio da cidade e que foi vendida pelo grupo Cunha Lima, o mesmo que administra a cidade”.

 Além dos vereadores contrários ao Projeto: Galego do Leite, Pâmela Vital e Anderson Maia, o Stiupb também recebeu a solidariedade do Senador Veneziano Vital (PSB), que condenou na imprensa a aprovação do Projeto.

Portal WSCOM