Severino envia processos de cassação, mas deixa Dirceu e Mabel de fora - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

08/08/2005


Severino envia processos de cassação,

O presidente da Câmara dos Deputados, Severino Cavalcanti (PP-PE), decidiu nesta segunda-feira enviar apenas quatro pedidos de abertura de processo de cassação ao Conselho de Ética da Casa e deixou de fora, por enquanto, as representações contra os deputados José Dirceu (PT-SP) e Sando Mabel (PL-GO).

Severino enviará inicialmente os inquéritos contra quatro deputados petebistas Sandro Matos (SP), Neuto Lima (RJ), Joaquim Francisco (PE) e Alex Canziani (RJ). Depois, quando concluídos esses processos — que podem demorar 90 dias –, remeterá os demais, sendo os primeiros da lista contra os deputados Francisco Gonçalves (MG) e Romeu Queiroz (MG). Completada essa agenda, ele encaminhará os processos contra Dirceu e Mabel.

Em nota divulgada hoje, o presidente declara que a decisão obedece à ordem cronológica da apresentação dos pedidos de processo à Mesa Diretora da Casa e critica o presidente do Conselho de Ética, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), que defendia a abertura imediata dos processos contra Dirceu e Mabel.

De acordo com o presidente da Câmara, Izar, que criticou a demora em instaurar o processo, atribuindo a Severino a responsabilidade, poderia ter tomado providências burocráticas para que o processo fosse aberto celeremente. “Sua excelência [Ricardo Izar] poderia fazê-lo, com toda certeza, se não tivesse demorado dois dias para encaminhar as representações à Mesa”, respondeu Severino.

“Se os processos contra os deputados José Dirceu e Sando Mabel não podem ser instaurados de imediato, isso se deve à ação procrastinatória do presidente do Conselho de Ética, que, como já disse, demorou dois dias para enviar as representações à Mesa, e não qualquer ingerência dessa presidência”, acrescentou. De fato, o presidente do Conselho de Ética recebeu as representações na terça-feira (2) da semana passada, mas só as remeteu à Mesa na quinta-feira.

Nesse meio tempo, Severino disse ter recebido a representação contra os seis deputados petebistas. Respeiatará, portanto, essa agenda. “A ordem cronológica explica-se, porque não cabe ao presidente da Câmara qualquer juízo de valor sobre as representações oferecidas”, afirmou. Com a decisão, Dirceu e Mabel terão tempo para analisar a possibilidade de renúncia para preservar os direitos políticos.

Notícias relacionadas