Servidora presa na 4ª fase da Operação Calvário é exonerada do Governo do Estado - WSCOM

menu

Política

07/05/2019


Servidora presa na 4ª fase da Operação Calvário é exonerada do Governo do Estado

Servidora Maria Laura Carneiro cumpre prisão preventiva

A edição desta terça-feira (7) do Diário Oficial do Estado apresentou a publicação do ato de exoneração, assinado pelo governador João Azevêdo, da servidora Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro, que teve a prisão preventiva decretada durante a 4ª fase da “Operação Calvário”.

 

A servidora respondia pela função de Assistente de Gabinete I, lotada na Procuradoria-Geral do Estado da Paraíba (PGE-PB). Ela foi presa no último dia 30, durante o cumprimento de 18 mandados judiciais, e teve a prisão preventiva mantida em audiência de custódia na quinta-feira (2). Na oportunidade, o juiz Adilson Fabrício Gomes Filho determinou que o encaminhamento da ex-servidora para a Penitenciária Feminina Júlia Maranhão, em João Pessoa.


O magistrado também definiu que ela só pode receber visitas dos familiares de 1º e 2º grau e seus advogados legalmente constituídos. O objetivo do juiz é evitar ingerência de influência política no processo judicial.

LEIA MAIS: 

Servidora da PGE-PB é presa durante a quarta fase da Operação Calvário, em JP

CALVÁRIO: Confira a decisão judicial que culminou na prisão de uma servidora e mandados de busca e apreensão


Confira abaixo a publicação do Diário Oficial do Estado: