Serviços especializados continuarão no hospital do Valentina Figueiredo - WSCOM

menu

Paraíba

19/08/2005


Serviços especializados continuarão no h

Após reunião ocorrida na tarde dessa quinta-feira (18), a equipe de gestão da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e as lideranças comunitárias do Valentina Figueiredo entraram em um acordo para o relocamento dos serviços especializados que são oferecidos no hospital do bairro. A equipe da SMS indicou um espaço dentro da área de abrangência do bairro e os líderes comunitários aprovaram a medida, que deve entrar em vigor no próximo mês de setembro.

Os serviços especializados de ultrassom, citologia e cadiologia, que até o momento são oferecidos no ambulatório do hospital do Valentina, passarão a funcionar no Posto de Saúde do Valentina I, que fica a 50 metros do hospital. “Dessa forma, o hospital preservará a sua função de atendimento de urgências e emergências, o que é incondicional a qualquer unidade do tipo”, explicou o coordenador de Gestão Hospitalar, Mário Toscano, um dos participantes da reunião.

Com relação ao posto, a diretora do Distrito Sanitário III, Lucineide Alves, e a secretária de Saúde, Roseana Meira, observaram a existência de um espaço ocioso no Posto de Saúde Valentina I, e verificaram a possibilidade de funcionamento desses serviços no prédio. “O local já foi um Centro de Saúde e possui área adequada e suficiente à execução dos serviços, além do que é oferecido no posto”, informou aos presentes a diretora Lucineide Alves. “Além do mais, fica a 50 metros do hospital, o que não irá causar maiores dificuldades de acesso à população”, assegurou.

Os representantes comunitários do Valentina de Figueiredo aprovaram a proposta indicada pela SMS e fizeram questionamentos acerca do funcionamento das especialidades no novo local. As consultas deverão ser marcadas pelas equipes de Saúde, através de telefone, ou solicitando aos Distritos Sanitários. “É importante lembrar que a SMS firmou um convênio com a Telemar para que sejam instaladas 36 linhas telefônicas nos postos que ainda não dispõem”, lembrou a diretora.

Um dos líderes do bairro, mais conhecido como professor Santiago, apoiou a nova localidade do serviço ambulatorial, afirmando que desta forma não haverá problemas de acesso das pessoas carentes ao posto. “Nós estamos aqui com o objetivo de representar a comunidade carente das redondezas e consideramos positiva a proposta apresentada pela Secretaria”, declarou.

Reformas – Um dos pontos que também foi tratado na reunião diz respeito à necessidade de realização de uma reforma estrutural no hospital do Valentina, além da necessidade de inclusão de novas especialidades para a área de abrangência do bairro. “Uma equipe de engenharia e arquitetura da SMS está analisando o que deve ser executado na unidade e a secretária de Saúde já nos afirmou que tem interesse em criar um centro de referência em especialidades aqui no Valentina”, disse o coordenador Mário Toscano.

Segundo ele, as medidas tomadas são resultado da luta dos líderes comunitários e da sensibilidade da gestão em atender as reivindicações. “É dessa forma que estamos construindo no município de João Pessoa uma rede progressiva de cuidados em saúde, que esteja mais próxima da população, saindo dessa visão hospitalocêntrica e valorizando os espaços próximos à população”, enfatizou o coordenador de Gestão Hospitalar.

Notícias relacionadas