Semob-JP orienta ciclistas para o uso das bicicletas elétricas nos espaços públicos de JP - WSCOM

menu

Paraíba

25/10/2018


Semob-JP orienta ciclistas para o uso das bicicletas elétricas nos espaços públicos de JP

Foto: autor desconhecido.

Considerando a necessidade de um meio de mobilidade sustentável e a crescente demanda por opções de transporte que priorizem a preservação do meio ambiente, as bicicletas elétricas têm aparecido com mais frequência nas ruas de João Pessoa. Pensando nisso, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) tem orientado em suas campanhas educativas sobre o uso correto dos espaços destinados para ciclistas.

A campanha ‘Compartilhando Espaços’, que teve início em janeiro de 2017, tem o objetivo de orientar a população sobre a utilização adequada das vias, calçadas e ciclovias para a prática de esportes e lazer para aqueles que utilizam bicicletas, patinetes, patins, skates ou pedestres que apenas passeiam pelas calçadas.

A bicicleta dotada de motor elétrico auxiliar com o dispositivo motriz agregado posterior a sua estrutura tem a circulação permitida em ciclovias e ciclofaixas, sendo que o ciclista terá que usar os equipamentos de segurança como: capacete de ciclista, sinalização noturna dianteira, traseira e lateral, espelhos retrovisores, campainha (buzina), manter os pneus em condição de segurança e com o motor somente para o condutor pedalar, sem acelerador.

Pelo aspecto econômico, o uso da bicicleta elétrica é vantajoso pelo ganho de tempo de deslocamento, se tornando uma opção cada vez mais acessível, ecológica e sustentável para o planeta. Quem se desloca de bike para ir ao trabalho ou a passeio consegue se esquivar de congestionamentos, economizando tempo em relação aos meios de transporte convencionais.

Segundo a chefe da Divisão de Educação para o Trânsito, Gilmara Branquinho, a importância da orientação é respeitar o espaço de cada um, ainda que seja compartilhado. Nas ações, são realizadas abordagens conscientizando a maneira correta de utilização das vias, calçadas e ciclovias para que cada segmento usufrua do espaço que é de direito.

“O ciclista precisa conduzir com segurança, preservando a vida das outras pessoas, com equipamentos obrigatórios e velocidade adequada. O pedestre também precisa de atenção para que não utilize a ciclovia para suas caminhadas, que use as áreas de circulação de pedestres (calçada/passeio), evitando assim acidentes”, explicou.

Notícias relacionadas