Sem Fred, Diego brilha e Cruzeiro bate Juventude - WSCOM

menu

Mais Esporte

17/08/2005


Sem Fred, Diego brilha e

Sem o artilheiro Fred, que ficou apenas no banco de reservas, o Cruzeiro encontrou outro jogador para brilhar na estréia na Copa Sul-Americana. Nesta noite de quarta-feira, em Caxias do Sul, o atacante Diego marcou dois gols e comandou a vitória por 3 a 1 sobre o Juventude.

Mesmo atuando com um time praticamente reserva, a equipe mineira deu um grande passo para chegar às oitavas-de-final do torneio internacional. Agora, o clube celeste pode perder até por 2 a 0 que ficará com a vaga, já que marcou três vezes fora de casa.

Para passarem, os gaúchos precisam vencer por três ou mais gols. Caso o placar seja repetido no dia 31, no Mineirão, a decisão será nos pênaltis. O vencedor deste confronto terá pela frente o Vélez Sarsfield, da Argentina.

Apesar de ter quase todos os titulares (apenas Bruno Lança e Enílton, lesionados, não jogaram), o Juventude não conseguiu transformar a maior posse de bola em gols. Mal posicionado na defesa, o alviverde foi um alvo fácil para o Cruzeiro, que definiu o placar na etapa inicial.

Brilhou, no entanto, a estrela do atacante Diego, autor de dois gols. O jogador, porém, deixou o gramado logo no início da etapa complementar sentindo uma lesão muscular. Ele foi substituído por Weldon.

O resultado desta noite afasta a má impressão deixada pelo Cruzeiro na derrota para o Paraná, na rodada passada do Campeonato Brasileiro, em Belo Horizonte. Além disso, o time ganha moral para a rodada final do primeiro turno, na qual enfrenta o São Caetano, sábado, no ABC.

Já o Juventude mantém a instabilidade sob o comando de Sebastião Lazaroni (três derrotas, um empate e uma vitória). Pelo Nacional-05, o clube vinha de uma boa vitória sobre o Fluminense, em Caxias. Agora, o time alviverde volta a campo diante do Atlético-MG, sábado, em Minas Gerais.

O jogo

Jogando fora de casa, o técnico Paulo César Gusmão mandou a campo uma formação mais defensiva para explorar os contra-ataques. E foi dessa forma que o Cruzeiro abriu o placar. Aos 10min, Diego recebeu na direita, driblou Daniel e chutou forte, acertando o canto esquerdo do goleiro Doni.

A desvantagem acordou o Juventude. Com mais posse de bola que o rival e pressionando bastante, o time chegou ao empate logo aos 21min. Tucho cobrou falta próxima à área e acertou o canto direito de Artur.

Quando os gaúchos pareciam caminhar para a virada, os mineiros marcaram o segundo gol em uma saída de bola errada aos 32min. Martinez invadiu a área, passou pelo camisa 1 adversário e tocou para o fundo da meta. Cinco minutos mais tarde, Diego aproveitou rebote de Doni e ampliou.

Na volta do intervalo, Sebatião Lazaroni tentou dar mais força ofensiva ao time com a entrada de Diego Campos no lugar de Caíco. Além disso, o treinador sacou Tucho e colocou o volante Magal para diminuir os espaços do Cruzeiro nos contra-ataques.

Logo a 1min, os gaúchos quase descontaram em falha individual do zagueiro Irineu. Após cruzamento para a área, o defensor não conseguiu cortar e a bola sobrou para Zé Carlos bater forte e parar na bela defesa de Artur.

O lance, entretanto, não fez com que a equipe gaúcha continuasse a pressão. Com o Cruzeiro bem fechado, o Juventude encontrou muita dificuldade para criar boas jogadas e praticamente não ofereceu perigo.

A melhor chance veio aos 41min. Jaílson levantou para a área e encontrou Zé Carlos livre. O atacante bateu para o gol, mas a bola desviou no zagueiro Irineu e foi para escanteio.

JUVENTUDE

Doni; Chicão, Antonio Carlos e Daniel; Túlio Souza, Jardel (Leandro Moreno), Lauro, Caíco (Diego Campos) e Jaílson; Tucho (Magal) e Zé Carlos

Técnico: Sebastião Lazaroni

CRUZEIRO

Artur (Fábio); Leandro, Moisés e Irineu; Jonathan, Diogo, Marabá, Martinez (Kelly) e Wagner; Diego (Weldon) e Adriano Louzada

Técnico: Paulo César Gusmão

Local: estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)

Árbitro: Edílson Pereira de Carvalho (Brasil)

Assistentes: Válter José dos Reis e Ana Paula Oliveira (ambos do Brasil)

Cartões amarelos: Antônio Carlos (J), Leandro (C), Martinez (C)

Gols: Diego, aos 10min, Tucho, aos 21min, Diego, Martinez, aos 32min, e Diego, aos 37min do primeiro tempo

Notícias relacionadas