Sem acordo, talibãs dizem que matarão coreanos na 6ª feira - WSCOM

menu

Internacional

26/07/2007


Sem acordo, talibãs dizem que



Rebeldes ameaçam matar os reféns; um já foi assassinado

Um porta-voz dos talibãs anunciou nesta quinta-feira (26) um novo prazo para o governo afegão aceitar as exigências do grupo terrorista em troca da libertação dos 22 reféns sul-coreanos: as 7h30 da manhã (4h30, pelo horário de Brasília) desta sexta-feira. Caso o governo do Afeganistão não cede às pressões, os talibãs ameaçam matar os reféns.

Os terroristas exigiam a libertação em um primeiro momento de oito de seus combatentes prisioneiros mantidos no Afeganistão em troca de alguns reféns sul-coreanos em seu poder.

O presidente afegão, Hamid Karzai, assegurou que não permitirá trocas de prisioneiros por reféns, após a realizada em março para a libertação do jornalista italiano Daniele Mastrogiacomo.

Os sul-coreanos estavam em missão humanitária no Afeganistão e foram seqüestrados na quinta-feira passada próximo a Qarabag, enquanto viajavam em um veículo particular entre Cabul e Kandahar (sul). Essa estrada é muito perigosa, já que atravessa áreas sob controle dos talibãs.

Notícias relacionadas