Secretário de Turismo e do Desenvolvimento Econômico cumpriu intensa agenda em Brasília e garante importantes recursos para o Estado - WSCOM

menu

Política

22/02/2019


Secretário de Turismo e do Desenvolvimento Econômico cumpriu intensa agenda em Brasília e garante importantes recursos para o Estado

Gustavo Feliciano esteve no Distrito Federal e garantiu a continuidade de diversos projetos e recursos para a Paraíba.

Imagem reprodução

O secretário de Turismo e do Desenvolvimento Econômico da Paraíba (SETDE-PB), Gustavo Feliciano, cumpriu nesta semana, uma intensa agenda de compromissos, em Brasília. Foram encontros com a presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Teté Bezerra; com os secretários nacionais do Turismo, Bob Santos; e da Economia, José Ricardo Veiga, audiência que contou com a participação do coordenador do Programa de Artesanato Brasileiro, Fábio Silva.

 

Na conversa com a presidente da Embratur, Teté Bezerra, Gustavo Feliciano articulou o apoio do Instituto e da ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) – gestora do maior programa de exportação do Brasil por meio do Texbrasil (Programa de Internacionalização da Indústria da Moda Brasileira), para as feiras de artesanatos da Paraíba. Também é do interesse da dirigente reforçar a divulgação do ‘Destino Paraíba’ em todo país e exterior, incluindo a ação em intercâmbios nas associações de países com língua portuguesa.

 

“A presidente [Teté] se mostrou muito sensibilizada com nossos pleitos, mas acima de tudo teve como base a força econômica e cultural do nosso estado”, pontuou Feliciano.

 

Investimento – O secretário Gustavo Feliciano solicitou diretamente ao ministério do Turismo o investimento de R$ 20 milhões na infraestrutura turística do litoral paraibano. O pedido foi entregue ao secretário nacional da pasta, Bob Santos, que se comprometeu em viabilizar o aporte junto ao ministro Marcelo Álvaro Antônio.

 

Outro pleito importante foi entregue ao secretário nacional da Economia, José Ricardo Veiga, que visa fortalecer a 24ª edição do Salão de Artesanato em Campina Grande, em junho, e a 30ª edição em João Pessoa no fim do ano, consolidadas como referências no país pela qualidade e diversidade das produções paraibanas. No encontro, Gustavo Feliciano conseguiu através do coordenador do Programa de Artesanato Brasileiro, Fábio Silva, inserir a Paraíba no Laboratório de Artesanato do país. Trata-se de uma espécie de ‘oficina’, onde os artesãos constroem suas peças e trocam experiências. O investimento será de R$ 1 milhão no setor.