Secretário de Estado profere palestra para jovens do agronegócio - WSCOM

menu

Cursos e Eventos

21/10/2018


Secretário de Estado profere palestra para jovens do agronegócio

Foto: autor desconhecido.

Ao proferir palestra sobre o tema “Sucessão e liderança” no campo para dezenas de jovens do agronegócio participantes do programa CNA (Confederação Nacional da Agricultura) Jovem, o secretário estadual de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Rômulo Montenegro (foto), afirmou que o êxito na produção rural depende basicamente da sua legitimação de dados, conhecimento científico e tecnológico, formalização — jamais informalidade — dos negócios e capacidade de conviver com as especificidades de sua região, como, por exemplo, a irregularidade de chuvas, que ocorre milenarmente no Semiárido.

Montenegro, que preside o Conselho Nacional de Secretários de Estado de Agricultura (CONSEAGRI), proferiu a palestra neste sábado (20), no auditório do Hotel Littoral, na avenida Cabo Branco, no bairro homônimo, em João Pessoa, a convite do presidente do Sistema Faepa/Senar-PB, Mário Borba, por intermédio do superintendente do Senar-PB, Sérgio Martins, e do coordenador do CNA Jovem no Estado, Gabriel Petelinkar.

O programa CNA Jovem incentiva jovens produtores rurais, da Paraíba e de outros estados, que buscam educação de excelência e, até por isso, tornar-se líderes nas suas atividades no campo. Na fase nacional, jovens de todas as unidades federativas reunir-se-ão para se capacitar ainda mais, tendo inclusive a oportunidade de serem selecionados para conhecer as demandas do agronegócio no Exterior.

O secretário de estado e presidente do CONSEAGRI alertou os interessados no sucesso na produção rural para necessidade de superarem as seguintes adversidades: falta de um política pública nacional mais compreensiva para o setor; carência de crédito rural; pesada carga tributária; desprendimento para viver primordialmente do trabalho no campo; e a cultura de sucessões empresariais patrimoniais, que privilegiam os laços familiares em detrimento da meritocracia.

Apesar disso, Montenegro concluiu a palestra com otimismo: “O futuro do Brasil está no agronegócio, que, aliás, já é o presente do país”.

PERFIL
Rômulo de Araújo Montenegro, 45 anos, natural do Brejo Paraibano e radicado em João Pessoa desde a adolescência, casado, três filhos, é produtor rural, graduado em Direito, tem mestrado pela Pontifícia Universidade (PUC) de São Paulo, doutorado na Argentina e também é docente universitário. Há quatro anos exerce a titularidade da Secretaria estadual de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, da qual já tinha sido secretário-executivo de 2011 a 2014, e, desde o primeiro semestre de 2018, ascendeu à Presidência do CONSEAGRI.