Secretário afirma que agropecuária da Paraíba cresceu apesar da seca persistente - WSCOM

menu

Paraíba

02/07/2018


Secretário afirma que agropecuária da Paraíba cresceu apesar da seca persistente

Foto: autor desconhecido.

 O secretário estadual de Agropecuária, Rômulo Montenegro (foto), afirmou hoje que esse setor econômico rural da Paraíba cresceu, fortalecendo-se consideravelmente nestes últimos quase oito anos, apesar de o estado, assim como todo o Nordeste, ter enfrentado uma seca persistente no período.

 Como exemplo desses avanços na pecuária, Montenegro citou “a extinção da febre aftosa, o que possibilitou animais e produtos paraibanos derivados deles transitarem livremente em todo o país — até 2013 o estado era área de risco, deficiência que impedia a sua comercialização além-divisas”.

 Na agricultura, Montenegro destacou “a diversificação de sementes distribuídas para agricultores familiares — agora, além do milho, feijão e sorgo, o Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Agropecuária, acrescentou a esse fornecimento batatinha, arroz vermelho e semente crioula”.

 Na área tributária, o secretário relacionou: isenção para comercialização de animais de corte reproduzidos, terminados e abatidos na Paraíba; e benefícios fiscais para venda de açúcar industrializado no estado, visando priorizá-lo no mercado, principalmente interno, em detrimento desse produto apenas comercializado aqui, mas feito em outros estados.

 No que se refere ao etanol, Montenegro exibiu decreto do governador Ricardo Coutinho que reduziu de 27 para 25% a alíquota do ICMS, “como forma de incentivar a produção internado álcool”. E lembrou que as frutas produzidas na Paraíba, antes tributadas, ficaram totalmente isentas desse imposto.

 Rômulo Montenegro concluiu destacando que “a inegável segurança hídrica garantida pelo Estado foi o vetor maior desse incremento na área rural”.

Notícias relacionadas