Sargento acusado de abuso sexual é transferido para 1º BPM - WSCOM

menu

Policial

16/06/2006


Sargento acusado de abuso sexual

O sargento do Corpo de Bombeiros, Hildo Josias Souza, de 37 anos foi transferido as pressas para uma cela individual no 1º Batalhão da Polícia Militar em João Pessoa. Ele autuado em flagrante pelo delegado Valdélio Lobo, da 11ª Delegacia Distrital, no Valentina Figueiredo, acusado de violentar sexualmente um garoto de oito anos.

A transferência aconteceu porque, segundo informações não confirmadas pelo tenente-coronel Luiz Antônio, comandante do 1º BPM, o sargento Josias teria agredido dentro do xadrez do Corpo de Bombeiros, onde foi colocado junto com outros presos, que revoltados ao saberem do motivo da prisão do milita passaram a agredí-lo.

A prisão de Josias aconteceu no final da tarde desta quinta-feira acusado cárcere privado e praticar violência sexual contra a criança. Tudo começou quando o sargento do Corpo de Bombeiros teria ido até um bar, na Comunidade Nova Mangabeira onde comprou cervejas e uma quentinha. Na oportunidade pediu ao garoto para ajudá-lo pois lhe gratificaria.

Inocentemente, a criança acompanhou o sargento e ao chegar na casa do militar do Corpo de Bombeiros foi amordaçado, segundo as informações e sofrido violência sexual. O caso foi denunciado por familiares do garoto A.S.S., que sentiram falta dele em casa. Vizinhos do sargento já suspeitavam dele e foram até a casa militar.

Uma testemunha que não quis se identificar ouviu gritos do garoto, que comunicou o fato a mãe de A.A.S. Ao ser descoberto o sargneto jogou o garoto por cima do muro que sofreu escoriações. O garoto froi socorrido para o Hospital de Arlinda Marques, onde está internado. Ele foi submetido a cirurgia. A polícia Militar vai abrir um procedimento contra o sargento Josias.