São Paulo goleia Paraná e deixa o rebaixamento - WSCOM

menu

Mais Esporte

28/08/2005


São Paulo goleia Paraná e

O São Paulo venceu e convenceu neste domingo. Diante do Paraná, principal surpresa do Campeonato Brasileiro e que começou a 23ª rodada em quarto lugar, o time paulista voltou a mostrar seu bom futebol e goleou por 4 a 0 no estádio Willie Davids, em Maringá.

O resultado positivo tira a equipe de Paulo Autuori da zona de rebaixamento. Com 25 pontos, o São Paulo sobe para a 18ª colocação e passa o Flamengo, que empatou com o Figueirense no Rio de Janeiro e, embora possua a mesma pontuação, leva desvantagem no saldo de gols.

A vitória desta tarde foi a primeira do São Paulo longe da capital paulista. O único triunfo como visitante havia sido no clássico com o Corinthians, no primeiro turno, realizado no estádio do Pacaembu. Para acabar com esse retrospecto, o atual campeão da Copa Libertadores encarou um adversário que estava desacostumado a perder.

O Paraná não sofria uma derrota há dez rodadas (cinco vitórias e cinco empates), maior invencibilidade do Brasileiro até este domingo. O último tropeço aconteceu justamente no Willie Davids, onde caiu diante do Corinthians por 3 a 2 no dia 16 de julho.

Para aumentar seus lucros, a equipe paranaense fechou um “pacote” com empresários, levando para Maringá os quatro duelos contra os grandes paulistas. No interior, os comandados de Lori Sandri colecionam agora duas derrotas e um empate, com o Santos.

Com 38 pontos, o Paraná perde uma posição na classificação geral, caindo para o quinto lugar. Caso o Fluminense vença o Paysandu na conclusão da rodada, os anfitriões deste domingo descem para a sexta colocação na tabela.

As duas equipes voltam a campo pelo Nacional no dia 7 de setembro. O São Paulo faz o clássico com o Corinthians no estádio do Morumbi, enquanto o Paraná vai até Caxias do Sul, onde enfrenta o Juventude no estádio Alfredo Jaconi.

O jogo

As duas equipes começaram a partida marcando forte, o que deixou o jogo truncado nos primeiros minutos. Armadores de Paraná e São Paulo, respectivamente, Maicossuel e Danilo quase não tinham espaços para criar as jogadas ofensivas. Quando teve, Maicossuel acertou forte chute da entrada da área e Rogério Ceni fez a defesa, aos 11min.

Aos poucos, o time paulista se soltou mais em campo e passou a dominar a partida. Christian, de cabeça, assustou o goleiro Darci após cruzamento da esquerda na primeira chance real dos visitantes. Instantes depois, o mesmo atacante concluiu com força, mas o disparo parou na marcação.

Aos 31min, o São Paulo foi premiado por sua superioridade. Rogério Ceni cobrou falta com categoria e mandou a bola no canto direito de Darci, colocando a equipe paulista em vantagem no placar. O gol empolgou ainda mais os comandados de Autuori, que partiram para cima e conseguiram ampliar a diferença.

Depois de cobrança de escanteio, aos 36min, Cicinho cruzou da direita na medida para Lugano. O zagueiro uruguaio se antecipou aos marcadores e mergulhou de cabeça para fazer o segundo gol são-paulino.

Após o intervalo, o time visitante manteve sua postura ofensiva e acabou recompensada pela ousadia com sete minutos de bola rolando. Cicinho partiu em velocidade pela direita e cruzou rasteiro para Amoroso, que tocou com tranqüilidade para estufar as redes de Darci.

Tentando dar novo ânimo ao Paraná, o técnico Lori Sandri mexeu no time e colocou o meia-atacante Thiago Neves no lugar de Maicossuel. A equipe, então, partiu para o tudo ou nada, exercendo pressão no campo de defesa são-paulino.

Borges, aos 24min, desperdiçou boa chance ao virar sobre a marcação na pequena área e finalizar sobre o travessão de Rogério Ceni. Thiago Neves também tentou, em chute de média distância que saiu pela linha de fundo.

No entanto, foi o São Paulo que voltou a marcar, contando com a ajuda de Aderaldo. Aos 30min, o zagueiro do Paraná tentou afastar cobrança de escanteio de Richarlyson e fez gol contra, enganando o goleiro Darci.

PARANÁ

Darci; Marcos, Aderaldo e Daniel Marques; Neto, Rafael Mussamba, Mário César (Xaves), Maicossuel (Thiago Neves)e Vicente; Borges e Flávio Alexandre (Rafael Akai)

Técnico: Lori Sandri

SÃO PAULO

Rogério Ceni; Edcarlos, Lugano e Renan; Cicinho (Alê), Josué, Mineiro, Danilo (Souza) e Richarlyson; Amoroso (Diego Tardelli) e Christian

Técnico: Paulo Autuori

Local: estádio Willie Davids, Maringá (PR)

Árbitro: Leonardo Gaciba (RS)

Auxiliares: Sérgio Buttes Cordeiro Filho (RS) e Marcos Viana Ibanez (RS)

Cartões amarelos: Aderaldo (PA), Cicinho (SP), Lugano (SP), Rafael Akai (PA) e Josué (SP)

Gols: Rogério Ceni, aos 31min, e Lugano, aos 36min do primeiro tempo; Amoroso, aos 7min, Aderaldo (contra), aos 30min do segundo tempo

Notícias relacionadas