Santiago consegue evitar eleição, mas ala oposicionista quer que vice-líder assu - WSCOM

menu

Política

30/03/2006


Santiago consegue evitar eleição, mas

O deputado federal, Wilson Santiago (PMDB), conseguiu evitar que fosse feita ontem, quarta, 29, uma nova eleição para definir o novo líder do partido no Congresso Nacional. Apesar disso, a ala oposicionista do PMDB tem feito pressão para que assuma a liderança o vice-líder ou o deputado mais antigo do partido.

O embate tem sido duro. A ala oposicionista conseguiu uma liminar na última terça, que destituiu o deputado paraibano da liderança do PMDB, sob a alegação de que duas assinaturas da lista de Santiago retirada em recente votação não foram consideradas. São necessárias 42 assinaturas.

Uma nova eleição foi marcada para a próxima quarta, 5 de abril, às 14h30. Enquanto isso não fica claro quem deverá assumir a liderança. Na prática, Santiago permanece no cargo.

O senador Ney Suassuna (PMDB), vem se movimentando nos bastidores para contornar a situação. Para ele “Isso é uma coisa usual. O líder anterior caiu 6 vezes, o anterior a ele caiu 5 vezes, então esse vai e vem é normal”, acredita.

A disputa visa as eleições presidenciais. A ala governista quer apoiar Lula nas eleições e acredita que lançar um candidato próprio dificultaria para fazer alianças estaduais, já a ala oposicionista quer lançar o ex-governador Antonhy Garotinho para o Palácio do Planalto.

Notícias relacionadas