Saelpa quer fechar lojas de atendimento; medida aumenta possibilidade da greve d - WSCOM

menu

Paraíba

28/10/2005


Saelpa quer fechar lojas de

O diretor de patrimônio do Sindicato dos Eletricitários, Arimatéia França informou ao WSCOM Online que a Saelpa anunciou durante reunião com a categoria para discutir campanha salarial que a empresa pretende fechar algumas lojas de atendimentos o que, segundo França, aumenta a possibilidade de que a greve seja realmente deflagrada.

Arimatéia informou ainda que membros do sindicato estarão viajando na próxima segunda-feira 31 para o interior do Estado onde realizarão assembléias nos municípios de Patos, Souza e Cajazeiras e na sexta 4 retornam a João Pessoa para em Assembléia Geral, onde votarão indicativo da greve.

O sindicalista disse ainda que, além de querer fechar algumas lojas de atendimentos, a Saelpa quer também transferir o Centro de Operações e Atendimentos de Campina Grande para a Capital, o que, segundo ele, prejudicará os funcionários também daquela cidade.

O presidente do Sindicato Manoel Henrique de Almeida disse que a categoria não deseja a greve, mas a empresa não esta colaborando sem apresentar propostas concretas.

“O Sindicato não deseja a greve, mas é quase certo que precisemos utilizar este recurso, me parece inevitável”, afirmou Manoel.

Notícias relacionadas