Ruy Carneiro: "PSDB pagou preço de não punir Aécio" e admite conviver com Azevêdo - WSCOM

menu

Política

22/01/2019


Ruy Carneiro: “PSDB pagou preço de não punir Aécio” e admite conviver com Azevêdo

Foto: autor desconhecido.

O deputado federal Ruy Carneiro, presidente regional do PSDB, reconheceu no programa Conexão Master, na noite desta segunda-feira (21), que o partido errou ao não sair do Governo Temer e não punir o ex-senador Aécio Neves (MG), acusado de denúncias de envolvimento em corrupção. Ele admitiu apoiar o Governo Azevedo se precisar em Brasília.

“No mínimo, ele (Aécio) deveria ter sido afastado do partido e como não aconteceu o.eleitor deu o troco ao partido”, comentou.

“O candidato de Dória pode até vencer a disputa no partido,mas estou com posição independente analisando o quadro”, observou a eleição interna no PSDB, mesmo reconhecendo o favoritismo do candidato com governador de São Paulo.

AZEVÊDO – Ruy admitiu que ele e os deputados federais Pedro Cunha Lima e Edna Henrique têm entendimento de que pode contribuir com o Governo João Azevêdo, se for provocado. Ele se diz aberto ao bom relacionamento.