Rosilene Gomes não acredita em irregularidade do Nacional-P; presidente do Améri - WSCOM

menu

Mais Esporte

31/08/2005


Rosilene Gomes não acredita em

A presidente da Federação Paraibana de Futebol, Rosilene Gomes ao ficar sabendo da acusação que o Nacional de Patos teria usado jogadores irregulares no jogo contra o Vitória de Santo Antão, disse não acreditar que seja verdadeira a denuncia. Já o presidente do América de Natal, Gustavo Carvalho está no Rio de Janeiro para acompanhar o processo e disse que vai entrar com ação como litisconsorte (terceiro interessado).

Para Rosilene Gomes, que se encontra em São Paulo onde a partir da próxima sexta-feira 02 assumirá o comando da delegação da Seleção Brasileira Sub 18 para a competição mundial da categoria Rosilene disse que está entrando em contato co0m a CBF para esclarecer o fato.

“Não acredito que isso tenha acontecido. Existe uma portaria da CBF que libera o jogador, desde que a documentação esteja registrada na entidade nacional, mesmo sem o nome do atleta ser divulgado no BDI”, disse ela.

Enquanto o presidente do América –RN já contratou até advogado no Rio de Janeiro para tentar se beneficiar da possível perda de ponto do time paraibano. “É fato consumado. O Nacional jogou com dois jogadores irregulares e vai perder seis pontos (03 por cada jogador). Temos que esperar apenas o julgamento. O direito é líquido e certo”, disse o presidente. “Estamos tomando todas as precauções e agindo com a máxima rapidez para que os interesses do América sejam respeitados”, concluiu.

Notícias relacionadas