Ricardo Coutinho se aposenta do cargo de farmacêutico da UFPB - WSCOM

menu

Política

13/03/2019


Ricardo Coutinho se aposenta do cargo de farmacêutico da UFPB

UFPB concede o benefício da aposentaria a pedido para o ex-governador Ricardo Coutinho se aposenta do cargo de farmacêutico.

Na imagem, o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) está devidamente aposentado. Mas, não ainda da vida pública, apenas como servidor concursado da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), onde ele exerceu desde o início da década de 1980 o cargo de farmacêutico, antes de se licenciar para cumprir seguidos mandatos eletivos como vereador, deputado estadual, prefeito e governador do Estado.

 

A portaria de concessão de aposentadoria por tempo de serviço foi assinada pela reitora da UFPB, Margareth Diniz, e publicada no dia 26 de fevereiro na edição do Diário Oficial da União. 

 

Ricardo Coutinho deixou o comando do Governo do Estado em 31 de dezembro último. Como não entrou na disputa por nenhum cargo nas últimas eleições, ele ficou sem mandato a partir de 1º de janeiro, assumindo apenas a Presidência da Fundação João Mangabeira, do Partido Socialista Brasileiro (PSB).

 

Confira o texto da portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU):

 

PORTARIA

 

Nº 239 – I – Conceder aposentadoria voluntária ao (a) servidor (a) RICARDO VIEIRA COUTINHO, matrícula SIAPE nº. 334321, ocupante do cargo de Farmacêutico-Habilitação, Nível de Classificação E, Nível de Capacitação 2, Padrão de Vencimento 12, com o adicional de tempo de serviço de 17%, pertencente ao Quadro Permanente de Pessoal desta Universidade, com lotação no Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários, de acordo com o artigo 3º, incisos I, II e III, e parágrafo único da Emenda Constitucional nº. 47/2005. (Processo nº 23074.008775/19-83).

 

MARGARETH DE FÁTIMA FORMIGA DE MELO DINIZ
Reitora

 

Portaria de aposentadoria de Ricardo Coutinho (Reprodução Imprensa Nacional)
Portaria de aposentadoria de Ricardo Coutinho (Reprodução Imprensa Nacional)

 


Por Redação 
Portal WSCOM