Relatório da ANA alerta que aproximadamente 400 barragens estão em alto risco na Paraíba - WSCOM

menu

Paraíba

21/11/2018


Relatório da ANA alerta que aproximadamente 400 barragens estão em alto risco na Paraíba

De acordo com critérios do órgão, foram classificados 399 reservatórios como Categoria de Risco Alto no Estado

Barragem de Carrapateira - Imagem ilustrativa

Aproximadamente 400 barragens estão em risco e necessitam de manutenção. É o que aponta o “Relatório de Segurança de Barragens 2017”, elaborado pela Agência Nacional de Águas (ANA).

De acordo com publicação feita pelo Portal Correio, o órgão classificou 399 reservatórios como Categoria de Risco Alto (CRI alto), o que significa que os locais “têm mais problemas devido à suas características, como critérios de projeto, idade, estado de conservação e existência de equipes de segurança da barragem”.

Ainda de acordo com o levantamento, 203 barragens foram classificadas como Dano potencial associado Alto, o que significa que caso um dia “venham a romper, as consequências serão grandes”, com potencial de perdas de vidas humanas e impactos econômicos, sociais e ambientais decorrentes da ruptura da barragem.

Risco alto e dano potencial

O levantamento mostra ainda que 162 barragens apresentam ao mesmo tempo CRI e DPA altos. A ANA ressalta, porém, que “toda barragem existente apresenta algum risco de rompimento, mas isto não quer dizer que ela vai romper (ou está na iminência de romper).

Classificação

Uma barragem pode ser classificada como CRI alto por diferentes motivos, como ausência de informação, ou mau estado de conservação, ou uma anomalia grave. Então barragens classificadas como CRI alto teoricamente devem ter maior atenção de seus empreendedores, corrigindo as falhas apontadas pelo órgão fiscalizador para diminuir o risco de rompimento”.

O estudo mostra que 462 barragens da Paraíba estão cadastras pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) na ANA.

Por Redação com Portal Correio.
Portal WSCOM