Relatório aponta avanços no programa Saúde da Família em todo Estado - WSCOM

menu

Paraíba

10/08/2005


Relatório aponta avanços no programa

O secretário de Saúde do Estado, Reginaldo Tavares, recebeu, esta semana, um relatório que mostra, que em pouco mais de dois anos, o governo Cássio Cunha Lima avançou consolidando a estratégia de Saúde da Família nos 223 municípios do Estado.

Seguno ele, o avanço é interpretado pelo Ministério da Saúde como um dos fatores decisivos para a diminuição de 32,3 óbitos por mil nascidos vivos, registrados em 2002, para 25,8 óbitos no ano passado na Paraíba.

Segundo o levantamento, realizado pelos técnicos da Coordenação de Atenção Básica da Secretaria Estadual de Saúde (SES), o número de Agentes Comunitários de Saúde (ACS) passou de 5,881 mil, em 2002, para 7,381 mil neste ano, o que representa uma evolução de 21,2%. Já o número de Equipes de Saúde da Família (ESF) cresceu 31,5%, passando de 758 para 1,139 mil.

Ainda, de acordo com o relatório, o número de Equipes de Saúde Bucal (ESB) passou de 327 para a impressionante marca de 927 equipes em apenas pouco mais de dois anos, um crescimento de 64,7% em relação a 2002.

Indicadores positivos – O secretário de Saúde, Reginaldo Tavares, explicou que a obtenção de indicadores positivos, como a redução da taxa de mortalidade infantil, é fruto de um trabalho desenvolvido em parceria entre o Estado, regulador do Sistema Único de Saúde (SUS), e os 223 municípios paraibanos.

“Tenho dito e repetido que fazer saúde pública não é tarefa de um único governo, nem tampouco de um só homem, mas missão de todos os gestores, sejam eles da esfera estadual, municipal e federal, e um privilégio universal de todo o cidadão.

Daí a importância das parcerias, independentemente de cor partidária ou vinculação política, já que os problemas precisam de respostas urgentes”, salientou.

De competência e responsabilidade dos municípios, a chamada atenção básica de saúde reverte para os municípios o valor médio de R$ 31,13 percapita/ano por habitante.

Esses recursos, destinados pelo Fundo Nacional de Saúde para a conta dos municípios, dizem respeito a uma série de ações, a exemplo do Programa Saúde da Família (PSF).

Notícias relacionadas