Reitora confirma plano de internacionalização da UFPB e 100 professores devem ser contratados - WSCOM

menu

Paraíba

15/10/2018


Reitora confirma plano de internacionalização da UFPB e 100 professores devem ser contratados

Foto: autor desconhecido.

A Universidade Federal da Paraiba (UFPB) caminha de forma planejada para um intenso processo de internacionalização. Recentemente, a UFPB foi contemplada pelo Programa Institucional de Internacionalização (Capes/Print), realizado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e garantiu, por meio de edital, a contratação de 100 professores visitantes.

A informação foi confirmada pela reitora da UFPB, Margareth Diniz, na manhã desta segunda-feira (15) durante a abertura do VI Encontro Unificado de Ensino, Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação da UFPB.

A reitora lembrou que a UFPB vem intensificando há algum tempo a sua política de internacionalização com a celebração de contatos e convênios com diversas instituições a exemplo de universidades da Espanha, Portugal, África, Hungria e Japão. Ela própria visitou muitas destas universidades – recentemente esteve no Japão, onde recebeu o prêmio de Supremo Honra ao Mérito (equivalente ao título de Doutor Honoris Causa brasileiro) concedido pela Universidade Soka.

De acordo com a reitora, toda a política de internacionalização vem sendo pensada de maneira sistêmica e integrada – porque envolve desde as chefias de departamentos, as coordenações de Pós-Graduação e os gestores.

O processo de internacionalização da UFPB tem como uma de suas características a seleção de professores visitante que envolve uma longa lista de programas de Pós-Graduação na Universidade. Ao todo já são 69 as áreas de conhecimento contempladas, espalhadas nos diversos campi da UFPB, em João Pessoa, Areia, Bananeiras e Rio Tinto/Mamanguape – conforme tabela abaixo:

Antropologia
Arquitetura e Urbanismo
Artes Visuais Biotecnologia (nível de mestrado)
Biotecnologia (Renorbio)
Desenvolvimento e Meio Ambiente
Ciências Biológicas
Ciências Contábeis
Ciência da Informação
Ciência e Engenharia de Materiais
Programa Multicêntrico de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas
Ciências Jurídicas
Ciência Política e Relações Internacionais
Economia
Direitos Humanos, Cidadania e Políticas Públicas
Economia do Setor Público
Educação
Educação Física UPE/UFPB
Enfermagem
Engenharia de Produção
Engenharia Civil e Ambiental
Engenharia Elétrica
Energias Renováveis
Física
Fonoaudiologia UFRN/UFPB
Geografia
Gestão Pública e Cooperação Internacional
Mestrado em Gerontologia
História
Informática
Jornalismo
Letras
PROLING
Matemática
Modelagem Matemática e Computacional
Modelos de Decisão e Saúde
Música
Neurociência
Odontologia
Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos
Psicologia Social
Sociologia
Agronomia
Ciência Animal
Ciência do Solo
Zootecnia
Ciências Agrárias
Tecnologia Agroalimentar
Ecologia e Monitoramento Ambiental

Durante a abertura do VI Encontro Unificado de Ensino, Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação da UFPB, o professor Isac Medeiros, pró-reitor de Pesquisa (Propesq), informou que somente a iniciação científica da UFPB compreende atualmente sete programas de atuação e mantém mais de 1600 estudantes ligados ao processo de iniciação científica.

Destes, 1098 são bolsistas. “A UFPB tem incrementado o número de bolsas e hoje temos 53% das bolsas na instituição desenvolvidas com recursos próprios”, acrescentou o professor. Ele avaliou ainda que o VI Encontro Unificado tem uma dimensão que corresponde a grandes eventos da comunidade científica brasileira.

 

 

Notícias relacionadas