Registro de reclamações aumenta 50% no Procon-JP - WSCOM

menu

Paraíba

24/07/2007


Registro de reclamações aumenta 50%

Em um ano, desde a inauguração de sua nova sede na avenida Dom Pedro I, o Procon de João Pessoa teve um aumento de mais de 50% no número de reclamações registradas – foram verificados 2.200 processos a mais que no período anterior.

De julho de 2006 a julho de 2007 foram registrados um total de 6.630 processos. No mesmo período entre 2005 e 2006, foram cerca de 4.400 reclamações cadastradas no órgão. Destes processos, a maioria já foi resolvida na primeira audiência, através de acordo feitos com os fornecedores.

Além das reclamações registradas, houve aumento no total de atendimentos realizados. “Passamos de 15 atendimentos diários na antiga sede para mais de 40 por dia atualmente. E a maior parte dos consumidores não precisam registrar as reclamações, que são solucionadas antes de serem cadastradas”, ressaltou o coordenador do Procon-JP, Sandro Targino.

O aumento foi percebido também em relação aos atendimentos feitos pela fiscalização do órgão. “Por estarmos em uma área mais central da Capital, o acesso dos consumidores ao órgão ficou mais fácil”, comentou Sandro. Isso fez com que houvesse aumento também no número de atendimentos realizados pela equipe de fiscalização.

A sede do Procon-JP funciona na Av. Pedro I, 331, Centro, ao lado do Tambiá Shopping. O atendimento ao consumidor é feito das 8h às 17h30, no local, ou através do telefone 0800 83 2015.

Reclamações – Nos primeiros seis meses deste ano, houve um aumento de 77% no número de reclamações registradas no Procon-JP, em relação ao mesmo período do ano passado.

Entre janeiro e julho de 2007 foram 3.940 reclamações cadastradas, e em 2006 foram 2.200 processos abertos. Uma diferença de pouco mais de 1.700 reclamações registradas. Destas, cerca de 360 foram contra empresas de telefonia móvel e fixa, e 275 reclamações feitas contra prestadoras de serviços de serviços públicos, ou seja, Cagepa e Saelpa.

Notícias relacionadas