Recadastramento do Bolsa Família registra irregularidades em Patos - WSCOM

menu

Paraíba

24/08/2005


Recadastramento do Bolsa Família registr

Durante o recadastramento do Programa Bolsa Família realizado pela Secretaria de Ação Social e a Coordenação do Programa Fome Zero em Patos, concluído ontem, foram devolvidos espontaneamente 174 cartões de pessoas que estavam recebendo o benefício indevidamente.

A secretária de Ação Social, Elisabeth Sátyro informou ainda que outra distorção encontrada foi o número de cadastrados de alguns bairros que está incompatível com a demanda social da localidade.

As informações obtidas da Zona Urbana, que foram concluídas ontem, revelaram que em localidades consideradas carentes e que necessitam de uma maior atuação na área de assistência social, como as comunidades das Placas, Dona Milindra e Salgadinho, só apareceram 37 beneficiários, enquanto que áreas tidas como de classe média como a Brasília e Centro foram notificados quase 200 cadastros.

Outras localidades em que o número de beneficiários surpreendeu a secretária de Ação Social do município, Elisabeth Sátyro, foram o Noé Trajano e o Matadouro, onde a maioria dos moradores é carente. Nessas áreas apareceram apenas 28 famílias beneficiadas. Os bairros com maior número de famílias recebendo os benefícios foram o Jatobá e Monte Castelo, com 1 mil e 823 beneficiários.

Elisabeth Sátyro informou que dos cerca de 16 mil cadastros que encontrou ao assumir a pasta da Ação Social, aproximadamente 8 mil e 600 estavam recebendo os recursos do programa. Ela disse, ainda, que uma das finalidades dessa atualização dos dados é a unificação de todos os programas (bolsa-família, bolsa-escola, cartão-alimentação, vale-gás) num só, transformando todos no Bolsa Família e ainda retirar as distorções e as irregularidades que estejam acontecendo no Programa.

Notícias relacionadas