Rebelião em Governador Valadares deixa quatro mortos - WSCOM

menu

Policial

28/08/2005


Rebelião em Governador Valadares deixa

Uma rebelião no presídio de Governador Valadares, na região leste de Minas Gerais, já deixou quatro mortos. De acordo com a rádio CBN, um refém foi libertado esta manhã, mas duas pessoas ainda são mantidas em poder dos amotinados e o clima é muito tenso no local.

Os detentos prometeram se render a qualquer momento. Um preso identificado apenas como Fábio conversou há pouco com a equipe de negociação e afirmou que os rebelados descerão do telhado um a um.

Um repórter da CBN que acompanha o motim no local presenciou um intenso tiroteio por volta das 10h30, com três atingidos. Os helicópteros sobrevoam o presídio. Os supostos feridos estavam no alto de uma torre e ainda não há informações sobre o estado de saúde deles. Os familiares, em desespero, aguardam na porta da penitenciária.

O motim começou neste sábado, após uma tentativa de fuga. Os presos renderam um policial civil, que foi morto posteriormente a tiros. Na tentativa de fugir, os detentos ainda mataram outro policial. Os outros dois mortos são presos.

Alguns detentos estão feridos porque se jogaram do telhado. De acordo com a polícia, cerca de 15 presos do “seguro”, ameaçados de morte pelos outros detentos, saltaram de uma altura de dez metros.

A cadeia estaria completamente destruída, já que os amotinados queimaram colchões, quebraram telhas e vidros, além de danificar computadores da administração. A cadeia tem capacidade para 300 detentos, mas abrigaria 450. Ela fica em uma área urbana, a cerca de três quilômetros do centro de Governador Valadares.

Notícias relacionadas