Raikkonen vence com ultrapassagem na última volta - WSCOM

menu

Mais Esporte

09/10/2005


Raikkonen vence com ultrapassagem na

Em uma prova de recuperação espetacular, o finlandês Kimi Raikkonen, da McLaren, ultrapassou o italiano Giancarlo Fisichella, da Renault, na abertura da última volta para vencer o GP do Japão, disputado neste domingo, em Suzuka.

Esta foi a sétima vitória do piloto finlandês na temporada. Fisichella, que dominou a maior parte da corrida, teve de se contentar com a segunda posição.

Largando na penúltima fila, Raikkonen fez uma série de ultrapassagens ao longo da prova e pulou para segundo após o último pit stop.

O piloto da McLaren conseguiu retirar a vantagem do líder Fisichella nas últimas voltas e pressioná-lo no final para subir ao ponto mais alto do pódio.

Já o espanhol Fernando Alonso, da Renault, chegou a ultrapassar o alemão Michael Schumacher, da Ferrari, o sétimo, em duas oportunidades no duelo de campeões. No final da corrida, o campeão ainda fez uma manobra sobre o australiano Mark Webber, da Williams, para subir ao pódio.

Mesmo com a vitória de Raikkonen, a McLaren perdeu a liderança do Mundial de Construtores e soma agora 174 pontos, apenas dois a menos que a rival Renault.

O inglês Jenson Button, da BAR, terminou em quinto, seguido pelo escocês David Coulthard, da Red Bull. Pole position, o alemão Ralf Schumacher, da Toyota, não conseguiu manter uma boa performance ao longo da corrida e ficou apenas em oitavo.

O brasileiro Rubens Barrichello, da Ferrari, saiu da pista na largada e teve um dos pneus furados, fica fora da disputa pelas primeiras posições. O piloto completou a corrida apenas na 12ª colocação, mas ganhou um posto por causa da punição de 25 segundos ao canadense Jacques Villeneuve, que foi julgado culpado por um acidente com o colombiano Juan Pablo Montoya.

Outro punido foi o japonês Takuma Sato, desclassificado por causa de um incidente com o italiano Jarno Trulli. O anfitrião tinha terminado a prova em 13º lugar.

O paulista Felipe Massa, da Sauber, fez uma corrida discreta e terminou apenas em décimo, enquanto o amazonense Antonio Pizzonia, da Williams, escapou ainda no início da prova e abandonou.

Notícias relacionadas