Raí detona arbitragem contra o São Paulo e promete pressão: "É revoltante" - WSCOM

menu

Futebol

06/09/2018


Raí detona arbitragem contra o São Paulo e promete pressão: “É revoltante”

Foto: autor desconhecido.

Costumeiramente ponderado, Raí perdeu a paciência depois da derrota do São Paulo para o Atlético-MG. A revolta não foi com o time, obviamente, que inclusive recebeu muitos elogios do diretor de futebol do clube do Morumbi. Os alvos foram a arbitragem comandada por Anderson Daronco nessa quarta e, principalmente, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

“É revoltante. Você faz todo um trabalho, investimento, lota estádio, tem de exaltar o que o time fez… E a torcida pode ficar revoltada com erros claríssimos. O pênalti na cara do juiz, depois a expulsão do Diego Souza que todo mundo viu, e a CBF vem e defende que o juiz está certo. E hoje quero ver o que vão falar. Na cara do juiz novamente. As imagens mostram. São pontos que podem definir um campeonato”, afirmou o dirigente.

A principal reclamação de Raí no estádio Independência se dá pelo pênalti não marcado depois da bola bater no braço de Leonardo Silva dentro da área durante o segundo tempo. A expulsão de Diego Souza na rodada passada e até o gol de Jonathan, na vitória são-paulina sobre o Corinthians por 3 a 1, no Morumbi, também foram lembradas.

“O que mais preocupa é quando você vê erros absurdos, e a instituição responsável por isso defende e acha que está certo. A gente vai buscar. Perdemos a liderança por um gol de diferença. Contra o Corinthians, levamos um gol com a mão, o cara dominou com a mão e fez. Perdemos a liderança por causa de um gol com erro. Esperamos que isso não se repita. Vamos estar em cima, cobrando. Jogando dessa forma, o time tem todas as chances de brigar lá em cima”, disse, sem muita esperança de mudança, mas com a promessa de que o São Paulo não ficará apenas assistindo aos acontecimentos.

“A gente tenta notificar, foi o que fizemos contra o Flamengo na expulsão do Araruna. A resposta chegou agora, dois meses depois. Vamos discutir internamente, sem desespero. Enaltecer o que o time fez, o que o clube vem fazendo, o que esse grupo vem fazendo. E contar com a força da torcida para passar por cima disso tudo”.

FOX Sports

Notícias relacionadas