Quase cem mil alunos das escolas particulares estão sem aulas nesta 6ª - WSCOM

menu

Educação

02/05/2008


Quase cem mil alunos das



Avenzoar Arruda

Os professores da rede particular de ensino voltaram a paralisar atividades nesta sexta-feira 2, deixando quase cem mil alunos sem aulas na Paraíba – exceto Campina Grande. Eles realizam assembléia geral, às 10h, em frente à sede do sindicato patronal, na Rua General Osório – Centro – João Pessoa.

Na assembléia devem avaliar contraproposta dos empresários às suas reivindicações. Não está descartada uma greve geral.

“Se não chegarmos a um acordo os seis mil professores e quatro mil trabalhadores administrativos das 500 escolas e 17 universidades particulares entram em todo o estado, entram em greve por tempo indeterminado”, alertou o coordenador de gestão do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Ensino da rede Privada da Paraíba (Sinteenp/PB), Avenzoar Arruda.

Professores e demais trabalhadores das escolas particulares estão em campanha salarial desde março. Entre os principais eixos de luta categoria estão um reajuste salarial de 10% (o mesmo percentual que foi dado ao salário mínimo), e que o reajuste geral dos salários, para quem ganha acima do piso, seja a reposição da inflação (INPC) do período acrescido de 3 por cento.