Quando a Justiça vai devolver o mandato de Berg Lima?, indaga WS em Blog - WSCOM

menu

Política

04/02/2018


Blog de WS indaga quando Berg voltará

EM BAYEUX

O multimídia e analista político Walter Santos aborda em novo texto a realidade da Prefeitura de Bayeux onde a Câmara Municipal comprovou em longo inquérito e auditoria com a participação do Ministério Público que houve armação do vice-prefeito Luiz Antonio com o empresário João Paulino contra o prefeito Berg Lima, portanto constatou-se a inicência do Titular, mas até a presente data ainda não houve retorno dele ao cargo. WS diz que é preciso reestabelecer a ordem justa.

Eis o texto:

Quando a Justiça vai devolver ao prefeito Berg o mandato conquistado pelo voto soberano?

O mundo juridico anda afetado pelo ritmo lento do calendário inicial do ano, isto diante do recesso e fase posterior, mesmo assim a Justiça deve o reexame do Caso Bayeux, onde o prefeito eleito e constitucional Berg Lima, foi afastado sob acusação de desvios mas, como atestou Sindicância da Câmara Municipal, tudo fora fruto de armação, portanto, inexiste culpabilidade por parte dele.

Os autos advindos de minuciosa auditoria envolvendo o Ministério Público atestam que tudo foi uma farsa com a participação do vice-prefeito Luiz Antonio, no exercicio da Prefeitura.

Ora, se os Autos comprobatórios existem como peça aprovada pelo Legislativo e com fartura de provas da armação, chegou a hora da Justiça devolver à quem de direito o mandato conquistado pelo voto direto da. Sociedade.

É preciso reestabelecer a ordem justa.stado no Voto?

O mundo juridico anda afetado pelo ritmo lento do calendário inicial do ano, isto diante do recesso e fase posterior, mesmo assim a Justiça deve o reexame do Caso Bayeux, onde o prefeito eleito e constitucional Berg Lima, foi afastado sob acusação de desvios mas, como atestou Sindicância da Câmara Municipal, tudo fora fruto de armação, portanto, inexiste culpabilidade por parte dele.

Os autos advindos de minuciosa auditoria envolvendo o Ministério Público atestam que tudo foi uma farsa com a participação do vice-prefeito Luiz Antonio, no exercicio da Prefeitura.

Ora, se os Autos comprobatórios existem como peça aprovada pelo Legislativo e com fartura de provas da armação, chegou a hora da Justiça devolver à quem de direito o mandato conquistado pelo voto direto da. Sociedade.

É preciso reestabelecer a ordem justa.

Notícias relacionadas