Quadrilha é presa na Paraíba acusada de furtos; prejuízos chegam a R$ 4 milhões - WSCOM

menu

Policial

19/12/2018


Quadrilha é presa na Paraíba acusada de furtos; prejuízos chegam a R$ 4 milhões

Operação Vulcano cumpriu aproximadamente 12 mandatos de prisão na manhã desta quarta-feira (19)

Na imagem, central de flagrantes da Polícia Civil, em João Pessoa

A Polícia Civil da Paraíba cumpriu na manhã desta quarta-feira (19) mais uma operação visando o combate ao furto qualificado em locadoras de veículos. Na Operação denominada Vulcano, foram cumpridos 12 mandatos de prisão.

De acordo com informações da Delegacia de Roubos e Furtos, o grupo agia nos estados da Paraíba, Pernambuco e Ceará. O prejuízo estimado ocasionado pela quadrilha é de aproximadamente R$ 4 milhões.

 

A quadrilha já estava sendo investigada há sete meses. O grupo roubava veículos em locadoras e depois vendia os carros com valores muito abaixo do mercado. Um carro, do modelo Jeep Renegade, era vendido por aproximadamente R$ 5 mil.

 

O líder da quadrilha também foi preso e, segundo o delegado, ficou conhecido por cometer exageros após as ações – ele costumava sair para bebedeiras após cometer os crimes. Outros integrantes também já se encontram na sede da Delegacia. Os suspeitos devem responder pelos crimes de organização criminosa, furto mediante fraude, estelionato e falsificação de documentos.

 

Quadrilha ostentava os furtos nas redes sociais

 

O secretário de Segurança Pública Cláudio Lima informou que é provável que não tenha mais operações em 2018. “Estamos realizando grandes trabalhos na parte de repressão e na parte qualificada, mas esta deve ser a última”, afirmou.