PT participa de Ato Inter-religioso das Frentes Sociais, por justiça a Marielle e #LulaLivre - WSCOM

menu

Paraíba

14/04/2018


PT participa de Ato Inter-religioso das Frentes Sociais, por justiça a Marielle e #LulaLivre

A mobilização ocorreu no pátio da Basílica Nossa Senhora das Neves e seguiu em vigília até o Ponto de Cem Réis, no Centro de João Pessoa

Em alusão aos 30 dias da morte de Marielle e Anderson, o Partido dos Trabalhadores da Paraíba (PT-PB) se fez presente no Ato Inter-religioso, na noite dessa sexta-feira (13), organizado pelas Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular em defesa de #LulaLivre e justiça aos assassinatos da vereadora e seu motorista.

A mobilização ocorreu no pátio da Basílica Nossa Senhora das Neves e seguiu em vigília até o Ponto de Cem Réis, no Centro de João Pessoa.

O evento contou com apresentações culturais e protestos para que seja esclarecido o crime contra Marielle, em defesa da Democracia e o direito de Lula ser candidato.  “Tivemos um ato multicultural que reuniu várias organizações, não só dos movimentos de mulheres, mas dos movimentos sociais como um todo. Isso é um ato exclusivamente de resistência, momento de dizermos à população que estamos aqui resistindo ao genocídio da população negra, à prisão de Lula, a gente quer Lula Livre e Marielle Vive!  A luta dela não foi em vão, nós vamos dar continuidade a isso, com diversos atos”, disse a secretária de Mobilização do PT-PB, Cely Andrade.

Uma “sexta-feira 13” de união entres diversas religiões, grupos políticos e movimentos sociais, que deixaram de lado suas divergências para firmarem suas lutas em uma só voz.

“Dando continuidade a agenda nacional das Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular realizamos, fizemos mais uma vigília de solidariedade ao presidente Lula e de apoio a luta para a elucidação do crime da companheira Marielle. Reunimos entidades sociais, partidos políticos, associações, centrais sindicais, espíritas, evangélicos, católicos e religiões de matrizes africanas, foi um momento muito bonito ver todos unidos por justiça. Vamos seguir dando apoio às duas frentes para a continuidade da agenda permanente de luta e mobilização, não só pela justiça ao assassinato de Marielle, mas também pela liberdade do nosso presidente”, ressaltou o presidente do estadual do PT, Jackson Macedo.

A secretária de Mulheres do PT, Zezé Bechade, fez questão de destacar a importância desse Ato como uma forma de protestar também contra a perpetuação do Golpe a Democracia do país.

“Estamos aqui presentes para marcar essa dia como uma data que a gente está clamando, chamando a população para lutar por justiça, tanto pela morte de Marielle, como pela prisão política do nosso presidente Lula. Nós queremos chamar a população para se juntar a gente. É hora da gente denunciar o que está acontecendo nesse país, pois tudo isso diz respeito ao Golpe que nós sofremos a partir da queda da presidenta Dilma, que foi machista e misógino, para tirar um projeto popular e progressista do país”.

Notícias relacionadas