PT, frentes e movimentos sociais realizam protesto contra preços do gás de cozinha, combustíveis e #LulaLivre - WSCOM

menu

Política

30/05/2018


PT, frentes e movimentos sociais realizam protesto contra preços do gás de cozinha, combustíveis e #LulaLivre

O protesto acontece nesta quarta-feira (30), a partir das 14h, com concentração na frente do Centro de Zoonoses

Foto: autor desconhecido.

Após plenária realizada no sindicato dos bancários, na noite dessa terça-feira (29), para discutir todo o caos que vive o Brasil, o Partido dos Trabalhadores da Paraíba definiu, juntamente com as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, realização de ato pela redução nos preços dos combustíveis, do gás de cozinha, a favor da Democracia e por #LulaLivre. O protesto acontece nesta quarta-feira (30), a partir das 14h, com concentração na frente do Centro de Zoonoses, na principal dos Bancários, de onde os manifestantes sairão em caminhada até o Mercado Público de Mangabeira, na Zona Sul de João Pessoa.

Para Jackson Macêdo, presidente do PT-PB, os aumentos consecutivos no preço dos combustíveis e a política do governo Temer (MDB) tem gerado uma onda de insatisfação generalizada na sociedade brasileira e mobilizações em defesa da Democracia. “A Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo acompanha deliberação nacional que estará realizando protestos em todo o país nesta quarta-feira. Com o aprofundamento da crise nesse período pós-golpe, depois do impeachment da presidente Dilma, em que as políticas econômicas e fiscais do mais do que nunca estão chegando com as suas deliberações mais nefastas e cruéis a afetar o bolso do trabalhador, onerando muito a vida do povo brasileiro, convocamos todos os militantes, homens e mulheres para ampliar nossa luta, também pelos caminhoneiros. Além, claro, de defendermos eleições Diretas e por #LulaLivre, queremos nosso presidente disputando as eleições, pois só ele pode tirar o país dessa crise que estamos enfrentando”.

O deputado estadual Anísio Maia (PT-PB) afirma que o protesto é uma reação do movimento democrático e popular contra alguns setores que pedem a intervenção militar. “Alguns setores se aproveitam do cenário de crise para passar à população uma falsa solução, que apela para uma intervenção militar. Todo mundo que viveu a ditadura, sabe o que é uma. Mas infelizmente nem todos viveram esse tempo. A única saída para o brasil é através da democracia. O povo brasileiro tem que escolher seu caminho e não um tutor de farda. Nós iremos mais uma vez às ruas para mostrar à população que a única via para solucionar é por meio da democracia”, ressaltou.

Segundo Marcos Freitas, um dos coordenadores da Frente Brasil Popular, a mobilização é extremamente necessária diante a atual conjuntura. “Nossa expectativa é que o ato seja bastante participativo e leve a mensagem principal que é lutar contra os abusos de uma política desastrosa como é a do governo golpista de Temer”.