PSOL afirma que Cartaxo mandou cortar salário da candidata a vice-governadora - WSCOM

menu

Política

03/09/2018


PSOL afirma que Cartaxo mandou cortar salário da candidata a vice-governadora

Foto: autor desconhecido.

O PSOL da Paraíba afirmou nesta segunda-feira (03), que o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV) mandou cortar o salário da candidata a vice-governadora, Adjany Simplício.

De acordo com o partido, a lei obriga a servidora a se afastar para as eleições, não é um benefício, mas uma obrigação imposta pela lei eleitoral.

Leia na íntegra:

Absurdo o que faz o Prefeito de João Pessoa, cortar salário da companheira Adjany, vice em nossa chapa, nossa Cogovernadora, é um gesto de perseguição dos piores. O prefeito mandou cortar exatamente a parte do salário que perdem os professores e as professoras quando vão para aposentadoria ou estão afastados por problema de saúde.

A lei obriga a servidora a se afastar para as eleições, não é um benefício, é uma obrigação imposta pela lei eleitoral, Cartaxo faz isso mesmo existindo parecer da Procuradoria do município determinado o pagamento sem cortes. Perseguição pura, assédio moral puro. Tomaremos as medidas legais e denunciarem essa arbitrariedade.

Eles não vão calar uma trabalhadora, uma mulher, pelo simples fato de fazer política rm oposição aos irmãos Cartaxo.

Estamos junt@s, companheira Adjany.

Tárcio 50
Governador da Paraíba.

Notícias relacionadas