PSL descumpre prazos do TRE e não justifica gastos em anos anteriores - WSCOM

menu

Política

08/05/2019


PSL descumpre prazos do TRE e não justifica gastos em anos anteriores

O PSL no Rio de Janeiro, presidido pelo senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), não justificou os gastos dos anos de 2017 e 2018.

Na imagem, o senador eleito Flávio Bolsonaro

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que preside o diretório estadual do PSL no Rio de Janeiro, será intimado a depor para esclarecer os motivos da falta de documentos referentes à prestação de contas do exercício de 2017 do partido.

No entanto, segundo informações do jornal ‘O Globo’, o diretório estadual do PSL no Rio também está enfrentando dificuldades para esclarecer como tem usado os recursos do fundo partidário, uma vez que legenda não entregou a prestação de contas do ano de 2018 à Justiça Eleitoral. O prazo, permitido por lei, se encerrou no dia 30 de abril. 

 

Nota

Em nota, a assessoria do senador Flávio Bolsonaro informou que não há qualquer irregularidade do partido junto à Justiça Eleitoral e que aguarda a comunicação do TRE para resolver eventuais pendências.