PSC se alia ao Podemos e Paulo Rabello será vice de Álvaro Dias - WSCOM

menu

Política

02/08/2018


PSC se alia ao Podemos e Paulo Rabello será vice de Álvaro Dias

Crédito: Fernando Chaves

 O Partido Social Cristão (PSC) anunciou Paulo Rabello de Castro nesta quarta-feira (1º) como candidato a vice-presidente da República na chapa do senador Álvaro Dias, do Podemos.

O anúncio foi confirmado durante reunião da Executiva Nacional do PSC, realizada na sede do partido, em Brasília. O deputado federal Marcondes Gadelha, presidente do partido na Paraíba, participou do evento, que contou com também com a presença dos presidentes das duas legendas, Pastor Everaldo (PSC) e a deputada federal licenciada Renata Abreu (Podemos). Gadelha explica o que significa essa aliança. “Acho que atingimos o estado da arte em matéria de construção politica. Conseguimos compor a melhor e mais expressiva chapa da atual conjuntura e apresentar a melhor proposta administrativa para o país. O diferencial competitivo da dupla Álvaro e Paulo Rabello é a sinergia entre o politico e o técnico – o sonho de consumo de todo bom publicista desde que o mundo é mundo”, disse.

Marcondes diz que Álvaro não é um político qualquer. “É um político com história e com envergadura moral adquirida ao longo de uma trajetória irretocável, que começou como vereador e atravessou todas as instâncias da vida pública sem mácula”.

O deputado paraibano ressalta também o perfil de Paulo Rabello. “Ele não é um técnico qualquer, mas com sólida formação intelectual e relevantes serviços administrativos prestados ao país na Fundação Getúlio Vargas (FGV), IBGE e BNDES. Os nomes dos dois já bastariam para infundir confiança ao mais cético e descrente observador da cena nacional. Mas eles têm também o melhor projeto consubstanciado num plano de 20 metas que resgata os melhores momentos de grandes estadistas como JK, por exemplo. Assim, estou absolutamente seguro de que teremos aceitação plena do povo e estaremos no segundo turno”, assegura Marcondes.

Álvaro Dias, que concordou em incorporar à sua proposta de governo o “Plano de 20 Metas” do PSC, afirmou que a aliança trará peso à candidatura.  “Manifesto a alegria de poder compor uma chapa com o economista Paulo Rabello, que agrega à nossa composição política o valor da qualificação técnica indispensável para a promoção das mudanças que o país está exigindo”, disse.

Além do Podemos e do PSC, o Partido Republicano Progressista (PRP) também estará na coligação, que negocia ainda o apoio do Partido Republicano da Ordem Social (PROS).