Prouni 2018.2: informações devem ser confirmadas até esta terça-feira - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

10/07/2018


Prouni 2018.2: informações devem ser confirmadas até esta terça-feira

Foto: autor desconhecido.

Estudantes aprovados no Programa Universidade para Todos (Prouni 2018.2) devem ficar atentos aos prazos: a confirmação das informações fornecidas no ato da inscrição deve ser feita até esta terça-feira (10). De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o candidato deve verificar junto à instituição os horários e o local de comparecimento para realizar a comprovação. O procedimento teve início na última segunda-feira, 02 de julho.

Nesta etapa, é preciso que o candidato apresente, entre outros, o documentos de identificação, comprovante de residência, comprovantes de rendimentos, comprovantes de ensino médio, além dos comprovantes de deficiência e/ou de professor da educação básica, quando for o caso.

O resultado do Prouni 2018 (1ª chamada) foi publicado no dia 02 de julho. Puderam concorrer estudantes que cursaram todo o ensino médio na rede pública de ensino – ou na rede particular, na condição de bolsista integral. A participação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi também requisito obrigatório para a inscrição Prouni 2018, cabendo ao candidato ter alcançado a pontuação mínima de 450 (quatrocentos e cinquenta) pontos e não ter zerado a redação.

Requisitos para bolsa do Prouni

Inscritos no Prouni concorreram a 174.289 bolsas de estudo em 1.460 Instituições de Ensino Superior do país (IES), todas condicionadas à comprovação de rendimentos. Para ter direito à bolsa de caráter integral (100%), é preciso ter renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa. Bolsas de caráter parcial (50%) exigem ter renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Bolsas de estudo para graduação

Diante da exigência de comprovação de rendimentos para a aquisição das bolsas de estudo do Prouni 2018, muitos estudantes deixam de pleitear uma vaga por não se encaixarem no perfil. É importante pontuar que existem outros programas com oferta de bolsas de estudo também de abrangência nacional. “Na época em que fiz o Enem, pesquisei tudo sobre bolsas de estudo e programas de governo. Tentei me inscrever, mas a faculdade da minha cidade não ofertou vagas para o Prouni. Optei pelo Educa Mais Brasil”, lembra o estudante Hudson Aparecido Faria dos Santos.

O Educa Mais Brasil dispõe de mais de 240 mil bolsas de estudo de até 70%. O desconto também foi um fator importante para a escolha de Hudson, além da questão da localização. Hoje, pagando apenas 50% do valor da mensalidade, ele cursa o terceiro semestre de Engenharia Mecânica na cidade em que reside. “Já trabalho na área. Na época, eu já tinha concluído o curso técnico em Mecânica e busquei a graduação para aumentar a minha qualificação e buscar oportunidades melhores”, destaca.