Protestos anti-Bush deixam três mortos na Índia - WSCOM

menu

Internacional

03/03/2006


Protestos anti-Bush deixam três mortos

O presidente americano, George W. Bush, chegou nesta sexta-feira ao Paquistão após sua visita à Índia, onde protestos deixaram três mortos.

Em sua primeira visita ao Paquistão, Bush deve se encontrar com o presidente Pervez Musharraf no sábado.

Na pauta deve constar a colaboração entre os dois países no que o governo americano batizou de luta contra o terrorismo.

Os protestos indianos aconteceram na cidade de Lucknow, no norte do país, onde, segundo a polícia, muçulmanos tentaram convencer comerciantes hindus a fechar suas portas.

Pelo menos 18 pessoas ficaram feridas nos protestos. A população muçulmana corresponde a cerca de 40% dos sete milhões de habitantes de Lucknow.

Apoio

Outra manifestação aconteceu na cidade de Hyderabad, cidade visitada por Bush no segundo dia da sua visita ao país.

Grupos muçulmanos e comunistas, em geral contra os conflitos do Iraque e do Afeganistão, estariam descontentes com a aproximação recente da Índia com os Estados Unidos.

As manifestações ocorridas na Índia reuniram dezenas de milhares mas ficaram abaixo dos milhões prometidos pelos organizadores.

Apesar dos protestos, a população indiana é uma das mais favoráveis aos Estados Unidos em todo o mundo, de acordo com estudo realizado no ano passado pelo centro de pesquisa americano Pew Research Center For People and Press.

De acordo com a pesquisa, 71% dos indianos teriam uma imagem positiva dos EUA.

Durante a visita de Bush, os Estados Unidos e a Índia finalizaram um acordo sobre energia nuclear que dá ao país asiático acesso à tecnologia nuclear civil americana.

O documento ainda precisa ser aprovado pelo Congresso dos Estados Unidos.

Notícias relacionadas