Proposta do Estado é aceita e municípios decidem construir novo modelo de saúde - WSCOM

menu

Paraíba

24/10/2005


Proposta do Estado é aceita

Após a finalização da série de quatro encontros regionais que tiveram por finalidade diagnosticar carências e dificuldades dos municípios na área de saúde, o Governo do Estado, por meio de sua Secretaria de Saúde, dá inicio o próximo passo do processo de reestruturação do Sistema Único de Saúde (SUS) com a realização de reuniões e oficinas nas microrregiões do estado, onde os municípios terão a oportunidade de desenhar o novo mapa do setor, e construir o novo Plano Diretor de Regionalização (PDR) da assistência à população.

Tudo isso foi definido durante a finalização da série de quatro encontros regionais promovidos pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) com os municípios paraibanos.

No último deles, realizado neste final de semana, em João Pessoa, com a presença da técnica Patrícia Ferraz, representante do Ministério da Saúde, todos os 64 secretários municipais presentes ao encontro foram unânimes em defender a construção de uma nova Programação Pactuada Integrada (PPI), e elogiaram a forma democrática e transparente com que o Governo do Estado vem discutindo com os municípios os problemas na área de saúde.

Proposta pelo Secretário de Saúde do Estado, Reginaldo Tavares, a metodologia a ser utilizada na construção do novo mapa da saúde paraibana será compreendido em três momentos: o primeiro deles em oficinas microrregionais, onde os municípios pactuarão entre si dentro de suas respectivas áreas de atuação.

Em seguida, os representantes das microrregiões se reunirão com os municípios sedes das quatro macrorregiões e firmarão novos pactos entre si.

O resultando dessa negociação será coordenada pela SES, que é a reguladora do SUS, e responsável por oferecer contornos finais ao novo desenho da saúde pública paraibana que será encaminhado ao Ministério da Saúde.

Notícias relacionadas